Olhar Conceito

Sexta-feira, 24 de maio de 2019

Notícias / Dr. Juliano Slhessarenko - Cardiologia

Cardiologista ensina seis hábitos para ter um coração saudável

Dr. Juliano Slhessarenko

19 Abr 2019 - 17:00

Foto: Reprodução

Cardiologista ensina seis hábitos para ter um coração saudável
1. Cuide da alimentação

Evite frituras, gordura saturada, açúcar e embutidos. Prefira gorduras “boas”, presentes no azeite, óleo de soja e milho e  derivados, como os cremes vegetais. Coma frutas, legumes, verduras, pois são boas fontes de vitaminas, minerais e fibras. “A aveia é uma ótima opção para ser incluída ao longo do dia, pois contém fibras solúveis que ajudam a diminuir a absorção do colesterol”.

2. Mexa-se no trabalho

Ficar a maior parte do dia sentada engorda, dificulta a circulação, dá varizes e pode complicar a saúde do coração. Levante-se da cadeira a cada 40 minutos para ir até o bebedouro. Vá ao banheiro sempre que sentir vontade. Assim, você evita segurar o xixi por muito tempo, o que aumenta os batimentos cardíacos e a pressão arterial e estressando o sistema cardiovascular.

Leia também:
O que acontece com o coração quando nos estressamos?
 
3. Aposte na dieta mediterrânea

A ciência comprovou que a dieta mediterrânea faz bem ao coração. Um cardápio rico em peixes (salmão, atum), azeite extravirgem, frutas frescas e castanhas, verduras e legumes – alimentos consumidos nos países banhados pelo Mar Mediterrâneo – reduz em 30% o risco de eventos cardiovasculares, como infarto e acidente vascular cerebral.
 
4. Moderar no sal


Evite alimentos ricos em sódio – substância que, em excesso, se torna inimiga do coração. Então, modere o consumo e leia o rótulo, pois algumas marcas chegam a ter sete vezes mais sódio que outras.
 
5. Pratique atividade física e combata o colesterol alto

A alimentação balanceada e a prática regular de exercícios físicos aeróbicos, pelo menos três vezes por semana, são medidas importantes para manter a saúde do coração.
 
6. Fuja do tabagismo


Fumantes correm 70% mais risco de sofrer um infarto em comparação com quem não fuma, porque o cigarro abre as portas do corpo para fatores de risco para a doença: promove o depósito de colesterol na parede das artérias e a oxidação dele o que favorece a formação de coágulos que podem provocar ainda um derrame cerebral.
 
Agora junte todos os hábitos e vá ao cardiologista regularmente se você tem <60 anos pelo menos uma vez ao ano e se tem >60 anos ou algum problema cardíaco prévio consultar um cardiologista pelo menos de 06-06 meses. Está talvez seja a fórmula para a vida longa ou evitar um infarto.
 
Achou fácil as ideias? Então pratique e compartilhe...

Dr. Juliano Slhessarenko (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Maria Aparecida Silva Nóbrega
    20 Abr 2019 às 16:09

    Perfecto essas dicas.

  • Daniel
    20 Abr 2019 às 14:46

    Ola boa tarde tenho 56 anos ja coloquei 3 stents meu coraçao creseu o sinto mal quando faço ezercicio o que devo fazer

  • Estanis
    20 Abr 2019 às 11:52

    Boa tarde , eu sou estanis tenho coraçao grande , faço as coisas básicas e confesso a passar mal , falta de ar tonteiras dor no peito , oque devo fazer ?

  • Emerson
    20 Abr 2019 às 11:21

    Muito bom esse aviso ...pois tenho hora que sinto um pouco de desconforto no peito...obrigado a vcs

  • Eduardo Cesar Rodrigues Pereira
    20 Abr 2019 às 08:58

    Muito válida suas dicas, mas prefiro me encaixar na realidade em q vivemos, infelizmente não temos a possibilidade de obter bons produtos, como peixe de qualidade e óleos realmente puros, como o azeite de Oliva. Comer legumes e verduras é tranquilo, pela variedade que nos é oferecido em qualquer estabelecimento! Sobre mim posso afirmar que vou ao Cardiologista duas vezes ao ano, mantenha minha pressão dentro da normalidade, aliás, em repouso ela tende até baixar, sem medicamentos, níveis dentro da normalidade em um hemograma e lipidograma, e não fumo, o q falta nos últimos anos é a frequência de exercícios físicos, embora eu seja uma pessoa bem ativa, agora, controlar o estresse é tarefa bem difícil. Faço uma observação, fiz um ecocardiograma, e meu átrio esquerdo está na medida máxima, fiquei preocupado, pq se aumentar poderei vir a ter problemas, embora eu não sinta absolutamente nada! Agradeço as dicas!

  • Edson Araujo
    20 Abr 2019 às 08:42

    Se não tinha colesterol alto porque tive um enfarto?

  • Joselito gaia modesto
    20 Abr 2019 às 06:55

    Quero saber mais explicacoes.

  • Regivaldo da silva
    19 Abr 2019 às 21:53

    Como controlar uma arritimia que teve início em um prolapso de válvula mitral e tentar viver melhor

Redes Sociais

Sitevip Internet