Olhar Conceito

Sábado, 20 de julho de 2024

Notícias | Turismo

após inauguração

Salgadeira recebeu 23 mil visitantes em dois meses, diz relatório

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Salgadeira recebeu 23 mil visitantes em dois meses, diz relatório
Em apenas dois meses, o Complexo Turístico da Salgadeira recebeu 23 mil visitantes. Os números foram divulgados pela publicação Turismo em Números, realizada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), e representam 28% do total de turistas que estiveram entre as atrações de Chapada durante os seis primeiros meses de 2018: 79.988.


Leia também:
Aves fotografadas no Pantanal mato-grossense são destaque em exposição no Rio de Janeiro

Segundo a assessoria da Sedec, o complexo recebeu quinze mil turistas em julho e oito mil em agosto, e a maior parte deles foi somente às trilhas de contemplação, ao restaurante e às diversas áreas de entretenimento, deixando as áreas de banho menos concorridas do que se esperava.

Bruno Souza Pereira, representante da empresa concessionária, explica que a cada hora, os três locais disponíveis para banho têm capacidade para receber 72 banhistas. Em dois meses, foram 10 mil entradas, menos da metade. "Eles [turistas] geralmente esperam até o final do horário de funcionamento, 18h, para sair. Isto porque querem tirar fotos nas trilhas com iluminação de LED".

A ideia, agora, é realizar eventos culturais e exposições no local, com o objetivo de atrair ainda mais visitantes. Leopoldo Mendonça, titular da Sedec, avalia que o sucesso está ligado ao modelo de gestão do parque. "A população estava ansiosa para utilizar a área e tem avaliado de forma positiva as mudanças".

Fechado há oito anos em decorrência de uma interdição judicial motivada por questões ambientais, o Complexo da Salgadeira foi reinaugurado dia 30 de junho, com trilhas e espaços para exposições, bem como a contemplação das belezas naturais. A reconstrução custou R$ 12 milhões aos cofres públicos.

Depois de pronto, o governo fez uma licitação para contratação de uma empresa concessionária, que ficará responsável pela manutenção, investimentos extras, limpeza, segurança e demais serviços, sendo que em troca, terá o direito de explorar os restaurantes, estacionamentos, banho e atrativos em geral.

A empresa implantou um estacionamento, que custa R$10 o dia todo. Também é possível chegar de ônibus. Um restaurante, também instalado no local, tem no meu desde pratos para serem compartilhados, como galinha com arroz (R$69, serve 4 pessoas), lanches, sucos e picolés. O banho não será cobrado neste primeiro momento.

Relatório

A publicação ‘Turismo em Números’, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), mostra que, dos 79.988 turistas que visitaram Chapada em 2018, 56.056 foram até o Véu de Noiva, 14.515 a Cachoeirinha/Cachoeira dos Namorados, 4.602 as demais cachoeiras, 2.452 a Cidade de Pedras, 1.821 ao Rio Claro, 514 em São Jerônimo e 28 em Travessia.

Para Jaime Okamura, secretário-adjunto de Turismo da Sedec, estes números vão ajudar a gestão a pensar o turismo da cidade. "Por exemplo, descobrimos que as pessoas vão visitar os atrativos, porém não chegam a cidade. Agora temos que sentar com quem atua no setor de turismo na área urbana e identificar porque o fluxo não chega lá. Será o preço? A carência de eventos? A falta de organização? Temos que identificar o problema e tentar sanar".

Em relação ao setor hoteleiro, a taxa de ocupação teve um leve aumento de 2017 a 2018: de 50% para 54,26%. "Os hotéis estão se reorganizando e reinventando para pagar as contas e ainda serem atrativos ao público", afirma o secretário.

Segundo ele, uma das das estratégias utilizadas pelo setor foi as promoções e pacotes, que atenderam o mercado e o tipo de turismo do estado, o de negócios. Tanto que entre os anos de 2016 e 2018, o peço médio da diária caiu, saindo de R$ 188,09 para R$ 179,46. 

Acesso ao relatório completo AQUI.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet