Olhar Conceito

Sexta-feira, 19 de julho de 2024

Notícias | Literatura

Flor do Ingá

Livro Flôr do Ingá é destaque em ciclo de literatura no Araguaia

Foto: Henrique Silva Dias/Focaia do Araguaia

Flor do Ingá é a forma carinhosa que o marido chama a esposa

Flor do Ingá é a forma carinhosa que o marido chama a esposa

O livro Flor do Ingá, escrito por Luiz Renato, foi destaque durante o ciclo de palestras do projeto Literatura Ativa no Araguaia, promovido sexta-feira (23), na Academia de Letras de Barra do Garças (509 km de Cuiabá). O evento foi realizado para discutir como anda o interesse da população pela literatura e os projetos de incentivo a cultura na região e o livro serviu para mostrar que é possível transformar e melhorar a sociedade através da literatura.


Leia mais:
Professor prossegue com trilogia que surgiu de uma mentira e agora lança o 2º livro: Flor do Ingá 

Esse é o segundo livro do escritor Luiz Renato, que é professor da Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) e está trocando Cuiabá por Barra do Garças, onde pretende morar em breve. Flor do Ingá é um romance sobre um casal que se conheceu na faculdade e se casou no Paraná antes de aceitar o desafio de começar vida nova em Matrinchã do Teles Pires, em Mato Grosso.

Os personagens tem campos opostos de atuação, sendo ele formado em História e ela em Direito. “É uma história de amor, mas trata-se também de relato de superação porque mudaram de estado, começaram vida nova e conseguiram vencer aqui em Mato Grosso”, explica o autor.  Já que o homem foi dar aulas para colonos agricultores, enquanto que ela foi advogar para latifundiários. 

O ciclo sobre Literatura Ativa no Araguaia foi promovido pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), por intermédio da professora Gilvone, e contou com apoio da Academia de Letras de Barra com a presidente Zélia Diniz. Além das palestras na sexta-feira; o escritor Luiz Renato voltou sábado (24) para conversar os leitores no período da manhã na Academia de Letras. O evento contou com a participação de universitários dos cursos de Letras e Jornalismo.   

“Eu conheço o trabalho do professor Luiz Renato que é muito bom e já tem projeção no estado e até mesmo nacional. E a experiência dele vai ajudar vários jovens a entender a importância da literatura em nossas vidas”, explicou a professora da UFMT, Gilvone Furtado Miguel organizadora do ciclo.

“Eu acho bacana ver as pessoas comprometidas com a literatura porque ler é avançar pelo imaginário”, frisou Luiz Renato. 
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet