Olhar Conceito

Sexta-feira, 01 de março de 2024

Notícias | Saúde e Beleza

Dica de Ouro

Nutricionista indica teoria dos 21 Dias para novos adeptos da malhação não desistirem da rotina

Foto: Reprodução

Nutricionista indica teoria dos 21 Dias para novos adeptos da malhação não desistirem da rotina
Sempre no início do ano é aquela corrida de novas matrículas nas academias, em geral promessas de iniciar o novo ano com uma rotina de exercícios. Na prática muitos permanecem, porém outros tantos desistem. Esses são chamados de fogo de palha. Para que a busca por um estilo de vida saudável não se torne uma desistência em sua vida, a nutricionista da academia boutique Forz Gym, em Cuiabá, defende Teoria dos 21 Dias, popularizada na psicologia comportamental, sugere que esse período é suficiente para formar novos hábitos. 

Leia também
Folia Cuiabana 2024 segue com programação na Praça 8 de Abril e Praça da Mandioca
 
“Sabemos que iniciar uma rotina de exercícios pode ser desafiador, pois exige mudanças no comportamento e, principalmente, na adaptação cerebral. Por isso, além de elaborar uma dieta nutricional adequada e personalizada aos alunos da Forz, para que alcancem resultados mais rapidamente e se mantenham com energia, existem alunos que precisam ser estimulados para que continuem mantendo a rotina de exercícios com  vigor, por isso acho interessante e eficaz aplicar a Teoria dos 21 Dias para os que tem dificuldade em manter a nova rotina”, explica a nutricionista Ana Karoline Lopes. 

A Teoria dos 21 Dias baseia-se na ideia de que o cérebro humano necessita de aproximadamente três semanas para internalizar e automatizar novos comportamentos. Essa adaptação envolve a formação de conexões neurais, que, ao longo do tempo, se tornam mais eficientes, transformando uma ação inicialmente desafiadora em um hábito. 

“Para tanto existem passos importantes, como estabelecer metas realistas, é importante metas para evitar desmotivação. Comece com objetivos modestos e aumente gradualmente a intensidade e a frequência dos exercícios. Na criação da rotina, por exemplo, construir um planejamento diário ou semanal ajuda a estabelecer um padrão. Isso facilita a adaptação cerebral, pois o cérebro tende a se ajustar melhor a comportamentos regulares. E claro, é eficaz associar experiências positivas, escolher exercícios que dão prazer, e celebrar estas pequenas conquistas, trazem muitas contribuições”, defende. 

Ainda, segundo a nutricionista, acompanhar o progresso é motivador. Manter um registro dos treinos, melhorias de desempenho e mudanças físicas proporciona feedback positivo ao cérebro. “Por isso na Forz mantemos o exame de bioimpedância à disposição dos alunos, as métricas são impactantes, o resultado se descortina, e o aluno vai percebendo as grandes mudanças físicas, e claro, as emocionais também. Por isso, sempre reforço que lidar com a resistência é comum, ela precisa ser enfrentada. Manter o foco nas recompensas a longo prazo e na melhoria gradual pode ajudar a superar a fase inicial de atividades físicas”, reforça.

 Luciana Gaviglia (65) 99253 0622
Academia Forz Gym (65) 3321-5118 whatsaap
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet