Olhar Conceito

Terça-feira, 23 de julho de 2024

Notícias | Literatura

História natural da febre

Doutor em literatura alemã, poeta cuiabano lança campanha para financiamento de novo livro

Foto: Divulgação

Doutor em literatura alemã, poeta cuiabano lança campanha para financiamento de novo livro
Doutor em literatura alemã pela Universidade de São Paulo (USP), o poeta cuiabano Matheus Guménin Barreto lançou campanha de financiamento de seu novo livro de poesias, “História natural da febre”. A obra, publicada pela editora Corsário-Satã, está em pré venda pelo site até o dia 29 de setembro, de R$ 38,00 por R$ 30,40 . Ela leva posfácio de Patrícia Lino (professora da University of California, Los Angeles - EUA) e orelha de Pedro Eiras (professor da Universidade do Porto - Portugal). Clique aqui para adquirir na pré venda. 


Leia mais: 
Doutorando em literatura alemã, poeta cuiabano lança campanha de financiamento de novo livro
 
Para Patrícia Lino, a “disposição antagônica de ambas as epígrafes de História Natural da Febre antecipa não só a variedade referencial e interdisciplinar do livro de Matheus Guménin Barreto como avança também a sua lição de falsa simplicidade”.


 
Pedro Eiras começa a orelha da obra com um questionamento sobre o que se pode esperar de uma obra que se apresenta sob o signo da febre: “História natural da febre”, pontuando que existe nos poemas de Matheus acertos equilibrados entre medida e desmedida, eloquência e fúria, rigor e vertigem.  
 
“Decerto a medida de um excesso, uma sobra, a demasia do corpo transbordante, a arder por dentro. Certa desmesura das coisas nas próprias coisas, um desajuste todo íntimo – condição, porém, para a transformação em algo mais, em algo outro. 

Assim são estes poemas de Matheus Guménin Barreto: um acerto depurado entre medida e desmedida, «eloquência e fúria», «rigor e vertigem»”.

Sobre o autor
 
Matheus Guménin Barreto é poeta e tradutor brasileiro (1992, Cuiabá). É autor de A máquina de carregar nadas (7Letras, 2017), Poemas em torno do chão & Primeiros poemas (Carlini & Caniato, 2018) e Mesmo que seja noite (Corsário-Satã, 2020). Doutor em literatura alemã pela Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade de Leipzig na área de Língua e Literatura Alemãs, estudou também na Universidade de Heidelberg.

Teve poemas seus traduzidos para o inglês, o espanhol, o alemão e o catalão; publicados em revistas no Brasil, na Espanha, no México e em Portugal; e integrou o Printemps Littéraire Brésilien 2018 na França e na Bélgica a convite da Universidade Sorbonne. Traduziu Bertolt Brecht, Ingeborg Bachmann, Johannes Bobrowski, Nelly Sachs, Paul Celan, Peter Waterhouse, Rainer Maria Rilke e outros.

SERVIÇO 
História natural da febre 
Autor: Matheus Guménin Barreto 
Número de páginas: 120 
Ano: 2022 
Formato: 12x18 cm 
ISBN: 978-65-997462-3-9 
Preço: R$ 38,00 por R$ 30,40 
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet