Olhar Conceito

Terça-feira, 20 de outubro de 2020

Notícias / Dr. Juliano Slhessarenko - Cardiologia

Você ganhou peso durante a pandemia? Saiba quais são os riscos para o seu coração

Dr. Juliano Slhessarenko

31 Jul 2020 - 08:34

Você ganhou peso durante a pandemia? Saiba quais são os riscos para o seu coração
Cardiologista intervencionista. Doutor em cardiologia pela USP; Atendimento: Clinmed (65) 30559353, IOCI (65) 30387000 e Espaço Piu Vita (65)30567800.

Sobrepeso e obesidade podem aumentar o risco de muitos problemas de saúde, incluindo diabetes, doenças cardíacas e certos tipos de câncer. Se você estiver grávida, o excesso de peso pode levar a problemas de saúde a curto e longo prazo para você e seu filho.

Leia também:
Sete dicas para o uso de medicamentos essenciais durante a pandemia
 
Que tipos de problemas de saúde estão relacionados ao sobrepeso e obesidade?
 
 O excesso de peso pode aumentar o risco de muitos problemas de saúde, incluindo:
 
 Diabetes tipo 2
 pressão alta
 doenças cardíacas e derrames
 certos tipos de câncer
 apnéia do sono
 osteoartrite
 doença hepática gordurosa
 doença renal
 problemas de gravidez, como açúcar elevado no sangue durante a gravidez, pressão alta e aumento do risco de parto cesáreo (cesariana)
 
 Como posso saber se peso demais?
 
Ganhar alguns quilos durante o ano pode não parecer grande coisa. Mas esses quilos podem aumentar com o tempo. Como você pode saber se você ganhar peso pode aumentar suas chances de desenvolver problemas de saúde? Conhecer dois números pode ajudá-lo a entender seu risco: sua pontuação no índice de massa corporal (IMC) e o tamanho da sua cintura em centímetros.
 
 Índice de massa corporal
 
O IMC é uma maneira de saber se você está com peso normal, está acima do peso ou tem obesidade.  Ele mede seu peso em relação à sua altura e fornece uma pontuação para ajudar a colocá-lo em uma categoria:
 
peso normal: IMC de 18,5 a 24,9
excesso de peso: IMC de 25 a 29,9
obesidade: IMC de 30 ou mais

Tamanho da cintura
 
Outro número importante a saber é o tamanho da sua cintura em centímetros. Ter muita gordura na cintura pode aumentar os riscos para a saúde ainda mais do que ter gordura em outras partes do corpo.  Mulheres com um tamanho de cintura superior a 88cm  e homens com um tamanho de cintura superior a 102 cm podem ter maiores chances de desenvolver doenças relacionadas à obesidade.
 
Diabetes tipo 2
 
O que é diabetes tipo 2?
 
O diabetes tipo 2 é uma doença na qual os níveis de açúcar no sangue estão acima do normal. O açúcar elevado no sangue é uma das principais causas de doenças cardíacas, renais, derrames, amputações e cegueira.  Em 2009, o diabetes foi a sétima principal causa de morte no Brasil.
 
Diabetes tipo 2 é o tipo mais comum de diabetes. A história da família e os genes desempenham um papel importante no diabetes tipo 2. Outros fatores de risco incluem baixo nível de atividade, má alimentação e excesso de peso ao redor da cintura.  Nos Estados Unidos, o diabetes tipo 2 é mais comum entre negros, latinos e índios americanos do que entre brancos.
 
 Como o diabetes tipo 2 está relacionado ao excesso de peso?
 
 Mais de 87% dos adultos com diabetes têm excesso de peso ou obesidade. Não está claro por que as pessoas com excesso de peso têm maior probabilidade de desenvolver essa doença.  Pode ser que o excesso de peso faça com que as células mudem, tornando-as resistentes ao hormônio insulina.  A insulina transporta açúcar do sangue para as células, onde é usada como energia.  Quando uma pessoa é resistente à insulina, o açúcar no sangue não pode ser absorvido pelas células, resultando em alto nível de açúcar no sangue.  Além disso, as células que produzem insulina devem trabalhar muito para tentar manter o açúcar no sangue normal.  Isso pode fazer com que essas células falhem gradualmente.
 
 Como a perda de peso pode ajudar?
 
Se você corre o risco de ter diabetes tipo 2, a perda de peso pode ajudar a prevenir ou retardar o aparecimento da diabetes.  Se você tem diabetes tipo 2, perder peso e se tornar mais ativo fisicamente pode ajudar a controlar seus níveis de açúcar no sangue e prevenir ou retardar problemas de saúde.  Perder peso e se exercitar mais também podem reduzir a quantidade de remédios para diabetes que você toma. Perder apenas 5 a 7% do seu peso corporal e fazer exercícios moderadamente intensos (como caminhada rápida) por 150 minutos por semana pode impedir ou retardar o aparecimento do diabetes tipo 2.
 
Pressão alta
 
O que é pressão alta?
 
Toda vez que seu coração bate, ele bombeia sangue através de suas artérias para o resto do seu corpo. A pressão arterial é a força com que o sangue empurra as paredes das artérias. A pressão alta (hipertensão) geralmente não apresenta sintomas, mas pode causar problemas sérios, como doenças cardíacas, derrames e insuficiência renal.
 
Uma pressão sanguínea de 120/80 mm Hg é considerada normal.  Se o número superior (pressão arterial sistólica) for consistentemente 140 ou superior ou o número inferior (pressão arterial diastólica) for 90 ou superior, considera-se que você tem pressão alta.
 
Como a pressão alta está ligada ao excesso de peso?
 
A pressão alta está ligada ao sobrepeso e obesidade de várias maneiras.  Ter um corpo grande pode aumentar a pressão sanguínea, porque seu coração precisa bombear com mais força para fornecer sangue a todas as células. O excesso de gordura também pode danificar os rins, o que ajuda a regular a pressão arterial.
 
Como a perda de peso pode ajudar?
 
A perda de peso que o aproximará da faixa normal do IMC pode reduzir significativamente a pressão alta.  Outras mudanças úteis são parar de fumar, reduzir sal e praticar atividade física regularmente.  No entanto, se as mudanças no estilo de vida não forem suficientes, seu médico poderá prescrever medicamentos para diminuir sua pressão arterial.
 
Doença cardíaca
 
O que é doença cardíaca?
 
Doença cardíaca é um termo usado para descrever vários problemas que podem afetar seu coração.  O tipo mais comum de problema ocorre quando um vaso sanguíneo que leva sangue ao coração se torna rígido e estreito.  Isso pode impedir o coração de obter todo o sangue necessário.  Outros problemas podem afetar o desempenho do coração.  Se você tem uma doença cardíaca, pode sofrer um ataque cardíaco, insuficiência cardíaca, morte súbita cardíaca, angina (dor no peito) ou ritmo cardíaco anormal.  As doenças cardíacas são a principal causa de morte nos Estados Unidos.
 
Como as doenças cardíacas estão ligadas ao excesso de peso?
 
Pessoas com sobrepeso ou obesidade geralmente apresentam problemas de saúde que podem aumentar o risco de doença cardíaca.  Esses problemas de saúde incluem pressão alta, colesterol alto e açúcar no sangue.  Além disso, o excesso de peso pode causar alterações no coração, que dificultam o envio de sangue para todas as células do corpo.
 
 Como a perda de peso pode ajudar?
 
Perder 5 a 10 por cento do seu peso pode diminuir as chances de desenvolver doenças cardíacas. Se você pesa 120 kg isso significa perder apenas 12kg pode ajudar. A perda de peso pode melhorar a pressão sanguínea, os níveis de colesterol e o fluxo sanguíneo.
 
Aqui estão alguns exemplos:
 
Faça metade das frutas e legumes do seu prato.
Substitua os grãos não refinados (pão branco, macarrão, arroz branco) pelas opções de grãos integrais (pão integral, arroz integral, aveia).
Desfrute de fontes magras de proteína, como carnes magras, frutos do mar, feijões e ervilhas, soja, nozes e sementes.
Para algumas pessoas que têm obesidade e problemas de saúde relacionados, a cirurgia bariátrica (perda de peso) pode ser uma opção. Verificou-se que a cirurgia bariátrica é eficaz na promoção da perda de peso e na redução do risco de muitos problemas de saúde.
 
Má alimentação, falta de exercícios físicos, estresse... todos muitos motivos para ganhar um peso extra nesses dias de incertezas e isolamento.
 
Mas saiba que isso pode fazer mal ao seu coração!

Estar acima do peso contribui para o desencadeamento de diversas doenças cardiovasculares, por exemplo, hipertensão e colesterol alto.
 
Pense em uma alimentação mais saudável, e encontre uma forma de exercitar-se para que o peso não se torne um problema ainda maior para a sua saúde!

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet