Olhar Conceito

Domingo, 15 de setembro de 2019

Notícias / Saúde e Beleza

Studio 278 muda conceito e passa a oferecer tratamentos orgânicos e fitoterápicos pensando na saúde capilar

Da Redação - Isabela Mercuri

19 Ago 2019 - 17:04

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Studio 278 muda conceito e passa a oferecer tratamentos orgânicos e fitoterápicos pensando na saúde capilar
O mundo mudou. Basta olhar nas prateleiras dos supermercados para encontrar muitos produtos orgânicos, sem açúcar, sem aditivos químicos. Uma volta na cidade e é fácil ver restaurantes de comida natural ‘pipocando’ pelas ruas. Não seria diferente com o cuidado com os cabelos. A maior busca por uma vida saudável fez com que o Studio 278 se adequasse e passasse a oferecer tratamentos orgânicos e fitoterápicos que, além de embelezar, transformam os cabelos sem agredir a fibra ou o couro cabeludo.

Leia também:
Primeira surda no concurso, representante de MT fica em 3º lugar no Miss Brasil Gay

Um dos profissionais que trouxe essa inovação ao salão foi o cabeleireiro Jobson Borges de Souza, 31, que também é terapeuta capilar na clínica da dermatologista Sullege Suzuki. Segundo ele, os novos tratamentos vêm ao encontro dos princípios da ‘tricologia’, o ramo da medicina que trata de problemas capilares. Muitas vezes, o trabalho é feito em conjunto entre o médico e o cabeleireiro.

“As pessoas estão gerando várias patologias, como alopecia, por exemplo, em consequência aos desgastes causados no mercado da beleza. Então eu decidi mudar o conceito. Como eu trabalho na parte de terapia capilar, me formei nessa área, quis trazer essa inovação, porque é o futuro. Hoje, de dez clientes, oito têm problemas de queda e a fibra, consequência de transformações muito agressivas”, explica.

Jobson (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

Segundo o especialista, durante anos a maior preocupação do mercado da beleza era transformar. Hoje, como consequência, é preciso tratar os problemas de saúde que foram desenvolvidos e, ao mesmo tempo, são criadas novas formas de tratamento menos agressivas.

No Studio 278, eles passaram a trabalhar em parceria direta com a ‘Grandha’, uma marca criada pela Associação Brasileira de Tricologia (ABT), que possui uma linha baseada em fármacos e óleos essenciais. “A Grandha tem um conceito de tratamento para o couro cabeludo, que é a linha hair therapy, e a linha de embelezamento para a fibra do frio, linhas à base de essência pura, como amionácidos e creatina”, explica.

O primeiro passo, assim que um cliente procura o profissional com uma queixa, é fazer uma anamnese, tanto da situação do cabelo quanto do histórico do cliente. Se o cabeleireiro perceber que ele possui algum dos 2500 tipos de patologias que geram queda capilar, ou das 500 patologias que podem existir na fibra capilar, deve encaminhá-lo a um dermatologista.

“O nosso conceito no salão é e tratar a fibra. A tricologia é uma área da dermatologia, e a gente não pode invadir o espaço dos médicos”, garante. No entanto, o ideal é associar diferentes tratamentos. “Se a pessoa tem uma patologia de queda, temos que encaminhar ao médico de primeiro impacto, e, ao mesmo tempo, tratar a fibra capilar aqui no salão”.

Das principais causas de problemas capilares, segundo Jobson, o primeiro lugar fica com a escova progressiva, e o segundo com a tintura. No novo conceito, eles oferecem tinturas terapêuticas e, em breve, o alisamento ético.

“A tintura terapêutica é uma tintura que traz mais proteção ao couro cabeludo. [Nela,] ao mesmo tempo em que a gente usa a tintura, fazemos um processo antiinflamatório”, explica. “O principio de toda queda capilar é uma inflamação que acontece na região bulbar. Como é uma inflamação constante, gera mais queda. A pessoa não consegue ficar sem o embelezamento, logo, vamos procurar uma forma saudável de trazê-lo, sem agredir essa região, nem a pele”.

Para se adequarem à nova realidade, os profissionais do Studio 278 passarão por um treinamento intensivo. Segundo o cabeleireiro, os novos tratamentos não serão mais caros que os ‘tradicionais’. “O mundo da beleza tradicional vive muito de marca, e nós não vamos trabalhar com marcas, e sim com produtos de matéria prima pura. Então, com certeza, vão ser mais baratos. A gente não vai vender marca, vai vender tratamentos de eficácia, que realmente tenham matéria prima, óleos essenciais, e que tratem a fibra e o couro cabeludo”.

Alguns produtos utilizados (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

Além dos produtos diferenciados, há também o benefício de se tratar exatamente o que é necessário. “Hoje, por exemplo, as pessoas vendem ‘combos’, com reconstrução, hidratação, etc. Mas será que é necessidade do cliente fazer tudo isso? Nós vamos vender coisas que a pessoa realmente precisa. Porque cada indivíduo é um”, garante.

Para Jobson, dentre as principais motivações por ter escolhido esta profissão, está a importância que o cabelo tem para cada pessoa, por ser sua identidade. “Então porque não fazer o que vai prevenir futuras patologias e juntar profissionais que realmente estão gabaritados para trabalhar com a saúde da pessoa, e até evitar futuros problemas?”, finaliza.

Serviço

Studio 278
Endereço: Av. Galeria Ramiro de Noronha,278 - Jardim Cuiaba, Cuiabá
(65) 3023-4978

Studio 278 Spa
Endereço: Alm. Henrique Pinheiro Guedes, 260 Duque de Caxias
(65) 3623-5587

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Andryele
    19 Ago 2019 às 21:13

    Parabéns pelo trabalho diferenciado Jobson!! Otimo profissional, fui indicada a ele, por minha dermatologista,sou cliente e recomendo!!

Redes Sociais

Sitevip Internet