Olhar Conceito

Sexta-feira, 19 de julho de 2024

Notícias | Turismo

Complexo Turístico

Com banho liberado, nova Salgadeira encanta com beleza e mirante ao lado de cachoeira; Fotos e vídeo!

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Com banho liberado, nova Salgadeira encanta com beleza e mirante ao lado de cachoeira; Fotos e vídeo!
Uma nova Salgadeira. Essa é a impressão que os turistas têm ao visitar o complexo turístico, reaberto no último sábado (30) para contemplação e banho. Totalmente modernizado, o espaço traz consigo uma responsabilidade de preservar a natureza, mas também tem a missão de possibilitar que as pessoas possam aproveitar a água revigorante do local, que fica às margens da MT-251, que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães, durante todo o dia. A entrada é gratuita.


Leia mais:
Administração libera banho gratuito na Salgadeira: "As pessoas precisam conhecer"
 
Do estacionamento, que tem o valor de R$ 10, o turista segue por trilhas metálicas que dão acesso a todo o parque. Já neste primeiro local existe um mirante, em que todos podem aproveitar para tirar fotos com os belos paredões de Chapada dos Guimarães ao fundo.

Seguindo pela trilha, as pessoas passam por cima do rio, justamente na parte liberada para o banho, que está limitado a 45 pessoas por hora: “Foi realizado um estudo de impacto e ficou decidido este quantitativo. Para conseguir controlar, temos uma cor de pulseira para cada horário”, disse o administrador do parque, Wanderson Nepomuceno.



Como já informou o Olhar Conceito, a administração resolveu liberar o banho de forma gratuita no local: "Nós conversamos e decidimos que neste início não vamos cobrar o banho, que tem valor de R$ 5. Vamos dar a oportunidade de todos verem como aqui ficou lindo e pode ser aproveitado de uma maneira espetacular", explicou o empresário Elson Ramos, um dos sócios do local.
 
Mais adiante, os turistas têm um Centro de Informações, onde podem comprar lembrancinhas e também retira as pulseiras que possibilitam a entrada na área de banho da Salgadeira.
 
Um dos pontos de maior destaque do complexo é o mirante instalado ao lado da cachoeira da Salgadeira. No local, é possível sentir a brisa provocada pela queda d’água. Além disto, é um ótimo ponto para tirar fotos e mostrar a beleza natural que existe na região. O banho ainda não está liberado, mas conversas estão sendo mantidas para tentar a liberação.



Os monitores que trabalham no local falam diversos idiomas, como: inglês, espanhol, italiano, francês e também uma língua indígena. Todos eles são moradores da região, estavam desempregados e ganharam uma oportunidade de trabalho: “Isso tudo está gerando renda para a população”, disse o empresário Bruno Batata, outro sócio do parque.
 
Segundo a administração, no total são 17 pessoas que trabalham no parque. Além disto, também é mantida a presença de policiais militares, para dar maior segurança aos visitantes. “De cada dez pessoas que ouvimos, nove gostaram da mudança e mesmo quem fica meio assim, entende que é para um bem maior”, completou o administrador do complexo.

O Olhar Conceito ouviu um dos turistas que estavam no local na manhã de quinta-feira (05). Otavio Venerante Almeida de Oliveira, que é miltiar e morador de Campo Grande (MS), aproveitou a primeira visita na cidade para conhecer a Salgadeira: "Achei muito legal e bonito. Chegamos agora na cidade e já viemos para cá. É muito bonito, a estrutura que montaram ficou show de bola. Viemos passear e nos deparamos com esta beleza. Estão todos de parabéns".



Dentro do projeto, está prevista também uma espécie de ‘Parada Obrigatória’: “Será uma espécie de conveniência para as pessoas que desejam parar para comprar uma água, algo para comer. Até porque não teremos ambulantes aqui, foi proibida a presença deles”, explicou Wanderson.
 
Em toda extensão da trilha metálica é possível encontrar lixeiras para evitar que lixo seja jogado na natureza. No total, são 52 espalhadas pelo complexo. Além disto, postos de reciclagem estão sendo instalados e o material será repassado para uma associação, o que também deverá gerar renda para mais famílias.
 
A reforma
 
Ao custo de R$ 12,6 milhões, a reforma foi executada pela empresa Concremax Engenharia Ltda. Segundo a Secretaria de Cidades (Secid), a Salgadeira está mais organizada, moderna e cumprindo exigências de responsabilidade ambiental.

 
Agora, o complexo passará a contar com restaurante amplo, minimuseu, loja de souvenir, posto policial, mini auditório, área administrativa, playground, paisagismo e duas guaritas.
 
A novidade do projeto está na construção de uma estação de tratamento de esgoto, 24 postes de oito metros de altura, com lâmpadas de LED movidas à energia solar e a implantação de 540 metros de trilhas metálica, por onde os visitantes irão andar durante o passeio para evitar o contato com o solo e, consequentemente, sua depredação.
 
O local também terá mirantes, rampas e portas que permitem acesso de pessoas com deficiência. Além de estacionamento com 100 vagas para veículos, sendo cinco para ônibus, 84 para carros, além de 10 reservadas ao administrativo do complexo.

Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet