Olhar Conceito

Segunda-feira, 16 de maio de 2022

Notícias | Música

INSCRIÇÕES ABERTAS

Projeto Música na Estrada chega a Cuiabá e antes de concerto, realiza oficinas de música gratuitas

Foto: Reprodução

Projeto Música na Estrada chega a Cuiabá e antes de concerto, realiza oficinas de música gratuitas
Cuiabá entra mais uma vez na rota do Música na Estrada, um projeto que além de realizar um espetáculo multimídia para contar a história da música através do tempo, contempla ainda profissionais da música com oficinas e palestras. As inscrições podem ser feitas no Instituto Ciranda, Secretaria de Estado de Cultura e Cine Teatro Cuiabá, sem custo algum.

Orquestra Viola Divina: 134 cordas à serviço da música caipira

Em Cuiabá, a equipe chega já no dia 1º de agosto e até o dia 3 realiza oficinas de violino e viola, violoncelo e contrabaixo, trombone e trompete, flauta e clarineta, divididas em alas entre o Cine Teatro Cuiabá e Secretaria de Cultura. Propositadamente, as oficinas voltadas aos níveis intermediários e avançado, serão realizadas antes dos concertos para que os alunos tenham condições de conhecer o repertório das apresentações sob uma nova ótica, aprimorando assim seus conhecimentos.

A capacitação antecede o concerto do dia 8 de agosto, que ocorre às 20 horas, com a Orquestra de Câmara Filarmônica sob a regência do maestro Marcos Arakaki. Antes, às 18 horas, haverá uma palestra com o maestro. No repertorio figuram obras de Bach, Mozart, Sivuca, Gonzaga e Beatles, entre outras. Uma construção feita sob uma base variada, eclética e envolvente, para que o público se identifique com a música de concerto, creditando leveza e descontração a um gênero considerado mais sério, como a música clássica.

São 22 músicos na estrada e, além de violinos, violas, violoncelos, contrabaixo, que sempre encantam o público, este ano foram incluídos instrumentos como oboé, fagote, clarinete e percussão. Além disso, haverá ainda a participação de dois atores/bailarinos, tudo sob a regência de Arakaki, associado da Filarmônica de Minas Gerais.

Ao pontuar a evolução do projeto em três anos de realização, o diretor da Kommitment Produções, idealizadora do projeto, a intenção é a cada ano contemplar o que percebeu que faltou nos anos anteriores. Nesta edição, incluímos mais um instrumento na etapa das oficinas e estaremos presentes em mais cidades, para um espetáculo que mexe com mais sentidos estéticos. A projeção, a dança e a narração são ferramentas para compor um quadro artístico de compreensão da música de orquestra e sua história através dos tempos”, declara Fernando Ramos, diretor da Kommitment Produções, idealizadora e produtora do Música na Estrada. 

A terceira edição do Música na Estrada percorre um circuito formado pelas cidades de Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Porto Velho, Boa Vista, Cuiabá e Palmas.

Convidado para reger a orquestra desta edição, além de narrar os concertos, o Maestro Marcos Arakaki, aceitou de imediato. “É uma grande honra fazer parte da terceira edição do projeto Música na Estrada. Em 2012 eu tive a felicidade de participar da segunda edição e foi uma experiência incrível. Os relatórios que os professores receberam dos alunos comprovam a necessidade de projetos como este, que levam conhecimento e música a importantes pontos das Regiões Norte e Centro Oeste de nosso país”, diz Arakaki, que atualmente é o regente associado da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais e dirige cerca de 30 concertos anuais com este conjunto.

A recém-criada Orquestra de Câmara Filarmonia, tem em sua primeira formação músicos do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Bahia e Paraíba. Formada por professores Universitários, músicos que estão se especializando fora do Brasil, além de profissionais que atuam em diversos conjuntos importantes de nosso país, A Filarmonia tem em seu DNA o desejo de levar a música de concerto aos mais distantes pontos de nosso território, cumprindo desta maneira um importante papel social de difusão da musica de concerto.

Entre concertos, palestras e oficinas, as duas edições anteriores do Música na Estrada somam um público de mais de 6 mil pessoas. Este ano a expectativa é de 3.500 mil pessoas. O Música na Estrada tem o apoio do Ministério da Cultura - Lei de Incentivo à Cultura e patrocínio Master do BNDES há 3 anos. Correios e Santo Antonio Energia também patrocinam a iniciativa sendo que os Correios pelo segundo ano consecutivo. Todas as atividades são gratuitas e com a distribuição de materiais gráficos.

Serviço:

Oficinas:
Violino/Viola, Violoncelo/Contrabaixo, Flauta, Clarineta e Trombone/Trompete.

Professores:
Marcos Ono - Trompete/Trombone
Carlos Rieiro – Clarinete
Cassio Vieira - Flauta
Carol Campos - Violino/Viola
Edvany Klebia - Violoncelo/Contrabaixo

De 1° a 3 de agosto
Cuiabá - Cine Teatro Cuiabá e Secretaria de Cultura
Oficinas: Violino/Viola, Violoncelo/Contrabaixo, Flauta, Clarineta e Trombone/Trompete

Concertos
8 de agosto
Cuiabá - Cine Teatro
18h – Palestra Didática com o Maestro Marcos Arakaki
20h – Concerto com a Orquestra de Câmara Filarmônica sob a regência do Maestro Marcos Arakaki

O Cine Teatro e a Secretaria de Estado de Cultura ficam no Centro da capital, próximo à Catedral. 
O Instituto Ciranda fica na rua Tenente Lira, 531, bairro Dom Aquino, em frente ao Residencial Pico do Amor, próximo ao cruzamento da General Mello com a Miguel Sutil
Telefones informação: 65 3623-1239 (Ciranda) e 3613-0205 (Secretaria de Estado de Cultura)
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet