Olhar Conceito

Quinta-feira, 23 de maio de 2024

Notícias | Astrologia

PRIMEIRA DO ANO

Superlua de morango acontece hoje e poderá ser vista em Mato Grosso

Foto: Pixabay

Superlua de morango acontece hoje e poderá ser vista em Mato Grosso
A primeira superlua do ano acontece entre a noite desta terça-feira (14) e a madrugada de quarta (15), quando o satélite natural da Terra irá aparecer maior e mais brilhante no céu. Por ser também a primeira Lua cheia de junho, ela é conhecida como Superlua de Morango, cujo nome tem origem nos antigos povos norte-americanos. 


Leia também:
Câncer, escorpião e peixes são os signos mais favorecidos em 2022, diz astróloga

O fenômeno poderá ser contemplado em todos os cantos Brasil, inclusive em Mato Grosso. O momento será ideal para registros de lindas fotos. Com a fase cheia, a lua irá parecer no céu cerca de 17% maior e 30% mais brilhante do que o normal.

Como observar a Superlua de Morango

De acordo com reportagem da Tilt UOL, a lua vai nascer por volta das 17h40 (horário de Brasília), logo após o pôr do Sol, na direção leste (lado oposto ao que o Sol se puser), e será visível durante toda a noite.

O melhor horário para observar é durante a primeira hora após o nascimento, pois ela pode mostrar belas variações de tonalidade, amarelada, alaranjada ou até mesmo avermelhada, devido à interação com a atmosfera.

Além disso, com os referenciais terrestres, temos a impressão de que ela está ainda maior, rendendo belas fotos. O dia seguinte também é uma ótima oportunidade de observação.

Entenda o que é superlua

De acordo com a Nasa, uma superlua ocorre quando uma lua cheia coincide com a maior aproximação da Lua à Terra em sua órbita elíptica, um ponto conhecido como perigeu. 

Durante cada órbita de 27 dias em torno da Terra, a Lua atinge tanto seu perigeu, a cerca de 363.300 km da Terra, quanto seu ponto mais distante, ou apogeu, a cerca de 405.500 km da Terra. 'Superlua' não é um termo astronômico oficial, mas normalmente é usado para descrever uma Lua cheia que chega a pelo menos 90% do perigeu.

Superluas acontecem apenas três a quatro vezes por ano e sempre aparecem consecutivamente. Durante a maior parte da órbita da Terra ao redor do sol, o perigeu e a lua cheia não se sobrepõem.

Em seu ponto mais próximo, a lua cheia parece cerca de 17% maior e 30% mais brilhante do que a lua mais fraca do ano, que ocorre quando está mais distante da Terra em sua órbita. Mesmo que 17% não faça uma grande diferença no tamanho detectável, uma superlua cheia é um pouco mais brilhante do que outras luas ao longo do ano.

Pode ser difícil detectar visualmente uma superlua, mas ela tem um efeito na Terra. Como a Lua está mais próxima da Terra, pode causar marés mais altas do que o normal.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet