Olhar Conceito

Quarta-feira, 28 de julho de 2021

Notícias / Artes visuais

MT Nascentes

Artista trans aborda a transversalização de aspectos mato-grossenses em exposição de arte

Da Redação - Michael Esquer

12 Mar 2021 - 16:05

Foto: Divulgação

Artista trans aborda a transversalização de aspectos mato-grossenses em exposição de arte
Nesta sexta-feira (12), às 18h30, será inaugurada a “Exposição Manga Coração de Boi, obras de Sol Ferreira” no Centro Cultural Casa das Pretas, localizado na Praça Conde de Azambuja, n° 25, no Centro Histórico de Cuiabá. Devido às restrições de mobilidade impostas pela pandemia do novo coronavírus, a atividade também acontece no formato live-tour, com apresentações totalmente remotas.

Leia também:
Cuiabana faz sucesso com podcast e soma mais de 98 milhões de visualizações YouTube

Concebendo os seus trabalhos por meio da reciclagem de materiais de sucata, Sol aborda temas como: Necropolítica, gênero e sexualidade, além de regionalismos. Entre suas principais referências estão Vitória Basaia, Gervane de Paula, Ave Terrena, Ventura Profana e Paul Preciado. 

O nome da exposição reverência a transversalização que o artista faz de aspectos mato-grossenses, como a manga coração de boi, frequente no cerrado, e a relação de Mato Grosso com a agropecuária e as existências de pessoas trans. Uma resposta à histórica ausência de corpos negros e transgeneros nas galerias de arte.

Para Aline Figueiredo, crítica de arte, Sol simboliza a multiplicidade de criatividade e a possibilidade de expressar a si mesmo através da arte. “É um artista de múltiplas interações criativas, ora plásticas ora poéticas ou teatrais, com independência de estilos e livre das convenções de mercado. Irreverente e sem cerimônia, SOL usa os mais diversos materiais de suporte que se pode imaginar. Aliás, as definições que ele faz dos seus trabalhos são excelentes para traduzir a sua expressão e a própria questão pessoal”.

Sobre Sol

Sol Ferreira, de 22 anos, é cuiabano e morador de Várzea Grande (região Metropolitana de Cuiabá). Formado em Teatro, com ênfase em atuação, pela Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT) e graduando em Letras - Língua Portuguesa e Literatura pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), é o primeiro jovem trans não-binário a conceber e realizar uma projeto com essas proporções, em Cuiabá. Entre suas experiência está o intercâmbio e residência na cidade de São Paulo, para estudar na SP Escola de Teatro. Atualmente integra a Coletiva Slam do Capim Xeroso. A reciclagem é a técnica mais presente em suas manifestações.​​​​

Edital MT Nascentes

A "Exposição Manga Coração de Boi, obras de Sol Ferreira” foi contemplada na categoria Culturas LGBTIA+, do Edital MT Nascentes da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) e será transmitida via @mangacoracaodeboi. O público poderá conferir de perto telas e objetos escultóricos do pluriartista, Sol Ferreira, de 13 de março a 12 de abril, de segunda a sexta-feira, das 13h às 18h, e aos sábados, das 8h às 12h.

Serviço

Exposição Manga Coração de Boi, obras de Sol Ferreira
Abertura: 12 de março de 2021 (sexta-feira), às 18h30
Transmissão: via @mangacoracaodeboi
Local: Centro Cultural Casa das Pretas, localizado na Praça Conde de Azambuja, nº 25 (casarão em frente à Praça da Mandioca), no centro histórico de Cuiabá.
Período de visitação: de 13 de março a 12 de abril, de segunda a sexta-feira, das 13h às 18h, e aos sábados, das 8h às 12h.

(Com assessoria)
 

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet