Olhar Conceito

Quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Notícias / Turismo

EFEITO CORONAVÍRUS

Pesquisa revela que 63% de mato-grossenses não pretendem fazer viagens de fim de ano

Da Redação - José Lucas Salvani

10 Dez 2020 - 15:47

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Mato-grossenses que vão viajar optaram majoritariamente por destino em MT

Mato-grossenses que vão viajar optaram majoritariamente por destino em MT

Uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira (10) pelo Instituto de Pesquisa e Análise Fecomércio de Mato Grosso (IPF-MT) projeta que 63% de mato-grossenses não pretendem fazer viagens de fim de ano. Já boa parte da parcela que afirmou ter pretensão para viajar informou que os destinos serão dentro do estado.

Leia mais:
Compras de Natal devem movimentar R$ 1,2 bilhão em Mato Grosso, aponta pesquisa

Segundo a pesquisa, 37% das pessoas entrevistadas irão viajar neste final de ano. O gasto máximo para 45% dessas pessoas é de R$ 1 mil, enquanto 30% de R$ 1 mil a R$ 5 mil e 4% de R$ 5 mil a R$ 10 mil. Apenas 1% dos entrevistados pretendem gastar mais de R$ 10 mil.

Os dados do IPF-MT também apontam que 53% das pessoas que irão viajar tem como destino cidades de Mato Grosso. As viagens dentro do estado devem movimentar cerca de R$ 150 milhões, enquanto o destino mais citado é Cuiabá. Segundo o economista Maurício Munhoz Ferraz, a vinda de pessoas para a capital se deve a familiares que residem no município, realizando então visitas devido as festividades de final de ano. 

No montante de pessoas que disseram que irão votar, 77% vão gastar até R$ 1 mil, 11% entre R$ 1 mil e R$ 5 mil, enquanto 12% não souberam responder. Nesta parcela, 46% alegaram que iriam para destinos fora de Mato Grosso se não fosse pela pandemia do novo coronavírus.

A pesquisa entrevistou 603 pessoas de Cuiabá, Acorizal e Campo Verde e teve como maior parcela integrantes da classe média e alta. Os dados ainda revelam que 74% das pessoas com ensino médio entendem que a pandemia mudou seus hábitos de consumo, assim como 70% do nível superior e 89% do ensino fundamental. No total, 36% responderam que a pandemia mudou os hábitos para sempre.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet