Olhar Conceito

Sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Notícias / Leandro Freire - Nutricionista

Nutricionista dá dicas de quais alimentos ajudam a acabar com a celulite

Leandro Freire

13 Fev 2020 - 09:22

Foto: Reprodução / Ilustração

Nutricionista dá dicas de quais alimentos ajudam a acabar com a celulite
Você tem celulite? Calma! Você está entre as mais de 90% de mulheres que possuem algum grau de celulite.

Leia também:
Nutricionista responde: posso comer comida congelada?

Celulite é o nome popular da lipodistrofia ginoide. Esteticamente falando, a celulite é uma desordem que acometem principalmente mulheres com uma gordura tipo Ginoide ou Gluteofemoral, popularmente chamada de mulher pera, pois a maior parte da gordura está localizada no quadril, glúteos e coxas. Isso independente do peso corporal, pois a obesidade não é uma condição necessária para a sua existência. Existem várias mulheres conhecidas como a ‘falsa magra’ que apresentam diversos graus de celulite.

Os graus de celulite são avaliados por um método desenvolvido por dermatologistas brasileiras chamado de “Cellulite Severity Scale”.

Essa nova classificação avalia a celulite de forma mais objetiva e já é reconhecida internacionalmente. Ela avalia as principais características clínicas da celulite:

Número e profundidade de depressões;
Aspecto das áreas elevadas da celulite;
Presença de lesões elevadas;
Presença de flacidez;
Graus da antiga classificação


Cada um dos itens acima recebe uma pontuação de zero a três. A soma total dos pontos vai mostrar se a celulite é:

Leve (1 a 5 pontos);
Moderada (6 a 10 pontos);
Grave (11 a 15 pontos). 


A utilização dessa nova escala define com maior precisão os graus de celulite, levando em consideração os detalhes clínicos mais relevantes para cada paciente. Além disso, de acordo com a nota de cada característica, já é possível determinar como deve ser o tratamento mais eficaz.

Por ter etiologia multifatorial, as estratégias nutricionais se tornam uma das  grandes aliadas no tratamento e na prevenção da celulite, e devem contemplar todos os aspetos relacionados ao seu  surgimento, como alterações hormonais, retenção hídrica, comprometimento da microcirculação, alterações no tecido conjuntivo e na matriz extra celular e infiltrados inflamatórios.

Dentre as varias estratégias, a primeira a ser feita é o melhorar a qualidade da alimentação, evitar alimentos com alta densidade energética, gorduras hidrogenadas e bebidas gaseificadas, pois aumentam o gás carbônico e provocam acidificação da derme e hipoderme.

Outra forma é aumentar a ingestão hídrica, uma vez que a água é um fator essencial na detoxificação hepática e drenagem linfática - lembrando que H2O vendida como agua saborizada não é agua, é um refrigerante disfarçado! Fuja dessa pegadinha.

A inclusão de bioativos encontrados em frutas avermelhadas, as antocianinas, também são capazes de melhorar a permeabilidade dos vasos sanguíneos e modular a microcirculação.

Além disso, aumentar a ingestão de alimentos fonte de fibras favorece o crescimento de bactérias benéficas no intestino e potencializam a absorção de micronutrientes e a produção de substâncias imunomoduladoras.

Uma das dicas mais importantes: a modulação do estrogênio, pois é esse hormônio o principal envolvido na etiologia e no agravo nos quadros da celulite. Para isso, é muito importante inserir na dieta alimentos conhecidos com Brássicas (Vegetais Crucíferos), como brócolis, couve-flor, couve de bruxelas, nabos, rabanetes, repolho, couve, mostarda e agrião.

Podemos também inserir, de forma individualizada, manipulados ativos para modulação do estrogênio, como o Glucorofamina, 3 Indol Carbinol, Crisina e Di indol Metano, prescritos por profissionais e adquiridos nas farmácias de manipulação.

Outra dica é inserir também no dia a dia o chá verde, pois ele é a maior fonte de epigalocatequina galato, um fitoquímico atuante nas fases de detoxificação hepática, que contribui com a otimização na eliminação de toxinas acumuladas no tecido adiposo.

Podemos suplementar com coenzima Q10, que é a principal vitamina atuante na etapa de fosforilação oxidativa, pois melhora a atividade mitocondrial e renovação celular.

Temos hoje na nutrição tudo isso como aliado no controle e no combate da celulite. Aliando todas essas estratégias de forma individualizada, controlando o estresse e praticando atividade física orientada por um profissional capacitado, tenho certeza que ficará super feliz com a sua composição corporal e terá uma vida mais plena!

Abraços!    

Dr. Leandro Freire Santana
Nutricionista Esportivo
CRN/1 8331

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet