Olhar Conceito

Domingo, 15 de setembro de 2019

Notícias / Saúde e Beleza

Engenheiro de MT vence ultramaratona de 250 km em caminho percorrido por Guimarães Rosa

Da Redação - Isabela Mercuri

12 Set 2019 - 09:14

Foto: Arquivo Pessoal

Engenheiro de MT vence ultramaratona de 250 km em caminho percorrido por Guimarães Rosa
O engenheiro carioca Luiz André Costa Viana, 46 anos, morador de Cuiabá, venceu no início deste mês de setembro, pela segunda vez, a ultramaratona ‘Caminhos de Rosa’. Ele percorreu 250 quilômetros em 41 horas, cinco horas a menos do que seu próprio recorde de 2018.

Leia também:
Unimed oferece aulas de danças rítmicas e caminhadas no Parque Mãe Bonifácia e UFMT

Luiz começou a participar de ultramaratonas em 2018. Sua intenção, desta vez, era justamente bater o próprio recorde. “Esta prova foi a segunda vez que participei, e ganhei as duas edições que estive presente. Minha preparação foi dura e forte em todos os requisitos, rodagens, trabalhos de força e fortalecimento e descanso”, contou ao Olhar Conceito.

A ‘Caminhos de Rosa’ está entre as três provas mais difíceis do Brasil. Segundo o atleta, durante o percurso (4 a 7 de setembro), o tempo estava muito seco, com baixa umidade relativa do ar e calor escaldante. “Chegou à sensação térmica de 55°C”, disse.



Os 250 quilômetros foram percorridos em 41 horas. Destas, as 27 primeiras foram sem parar. O atleta foi acompanhado de um carro de apoio, que levou comida, água e roupas, mas conta que parou poucas vezes. Após as primeiras 27 horas, ele alternou o percurso entre corrida e caminhada, mas não parou para dormir em nenhum momento.
Esta ultramaratona é um resgate do caminho que teria sido percorrido por Guimarães Rosa enquanto escrevia ‘Grande Sertão Veredas’.

“A corrida passa pelo Caminho da Boiada acompanhada por Rosa em 1952, quase na integra, devido a algumas mudanças que ocorreram nos passar dos anos e que impossibilitam seguir o caminho fidedignamente. Mas acredito que seguimos com cerca de 90% dele. Esse caminho foi o único pelo qual Guimarães passou, que tem provas de que realmente ele esteve ali. Mas sua vida, suas obras ganharam tamanha notoriedade que todos pelo sertão tem algum causo para contar sobre sua passagem nos mais diversos lugares desse sertão mineiro”, diz a descrição da prova no site do evento.

Essa não foi a única percorrida pelo engenheiro. No início de 2019, ele participou também da ‘ultramararona BR135’, em Teresina. No dia a dia, além de trabalhar, ele treina seis dias por semana. “Entre treinos de corrida, musculação, sessões de massoterapia, médico, fisioterapia... Enfim, uma equipe que tenho junto comigo”, contou. Luiz é aluno da Academia AFC, em Cuiabá.

Agora, de volta a Mato Grosso, ele está descansando. No entanto, logo volta à ativa. “Semana que vem devo voltar com treinos leves, e meu próximo desafio vai ser no dia 08/12, no desafio 70k”, finaliza.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet