Olhar Conceito

Terça-feira, 16 de julho de 2024

Colunas

Bicho Estranho

Arquivo Pessoal

O ser humano é um bicho no mínimo estranho, a começar por mim. Ele deveria saber e agir favoravelmente a si em tudo que lhefaz bem, no que lhe dá sossego, boa saúde, atraia bons relacionamentos, etc... O bicho homem sabe sim o que é o bem e mal,o que é bom e ruim e,mesmo assim, escolhas tortas são feitas com frequência.

Por quê? Nos dias atuais com o acesso e o excesso de informações disponíveis fica difícil usarmos a desculpa“eunão sabia “para justificar nossos ranços, tropeços e fraquezas.
Salvo se a nobre criatura tenha batido àporta da Mãe Terra em decorrência da queda da aeronave que o transportava de um planeta ao outro, mas acho pouco provável.

Como ninguém chega a este mundo por esse meio, eu diria que muitos dos nossos erros são cometidos impensadamente, porém conscientemente.É chover no molhado aqui falar que são frutos do egoísmo ainda muito presente em nós, do desamor, da cultura de rebanho dosnovos tempos. Tem muita gente boa e preparada falando a respeito, mas como sou um tanto atrevida,peço licença para ilustrar um pouco do meu pensamento.

Penso que essa buscafrenética por estar por dentro de tudo, informada de tudo, tem resultado em pouco conhecimento.Temos vivido também uma má vontade quaseque coletiva para refletir, ponderar e depois agir. Pensa-se muito e aceleradamente, mas a qualidade dos pensamentos anda rasa.

Pregam os incautos que hojenão se tem tempo nem para pensar, e os sábios afirmam : podem nos tirar tudo, mas ninguém tem o poder de nos tirar a liberdade de pensar e pensar certo ou errado é exclusivamente responsabilidade de cada um. As consequências, idem.

Ainda sobre a questão de falta de tempo, penso que sempre temosum segundo para escolher entre a opçãoA ou B.Temos esse tempo sim, mas toda escolha implica em algum tipo derenúncia e renúncia não é fácil para mim, para você e nem para ninguém.

Renunciar vontades, desejos, sejam eles bons ou maus, corretos ou nãoé um tantinho difícil, exige um pouco mais de nós e em tempos de controle remoto até para o sexo, sair da zona de conforto pra pensar, não anima muita gente.

Óbvio que não fazemos escolhas erradas e destrutivastodo o tempo , mas é inegável que o bicho homem anda doente e muitas dessas doenças resultam da qualidade dos seus pensamentos.É fato que nosso tempo anda restrito, mal se tem tempo para outras coisas que não seja garantir a sobrevivência...

E muita gente pode falar :“o que essa doida está dizendo” ? A doida aqui o está convidando a pensar mais antes de agir, a analisar a natureza dos seus pensamentos, acapitanear a sua alma escolhendo melhor no que vai pensar. Vale a pena! 

*Isolda Risso é pedagoga por formação, coach, cronista, retratista do cotidiano, empresária, mãe, aprendiz da vida, viajante no tempo, um Ser em permanente evolução. Uma de suas fontes prediletas é a Arte. Desde muito cedo Isolda busca nos livros e na Filosofia um meio de entender a si, como forma de poder sentir-se mais à vontade na própria pele. Ela acredita que o Ser humano traz amarras milenares nas células e só por meio do conhecimento, iniciando pelo autoconhecimento, é possível transformar as amarras em andorinhas libertadoras.





Comentários no Facebook

Sitevip Internet