Olhar Conceito

Quinta-feira, 06 de maio de 2021

Notícias / Música

294 ANOS

"Excluídos" comemoraram aniversário com arte regional (Fotos)

Da Redação - Priscilla Silva

09 Abr 2013 - 10:06

Foto: Fuzuê das Artes

A festa de aniversário para parabenizar os 294 anos de Cuiabá na tradicional Praça da Mandioca lotou o espaço que contou com mais de 400 pessoas. Poesia, música, arte na praça e muitas cadeiras e mesas espalhas pelas calçadas montaram o cenário festivo na noite dessa segunda-feira (08). O evento foi desencadeado em protesto ao evento oficial organizado pela prefeitura de Cuiabá.

Cuiabá dos "Excluídos"; artistas fazem festa de aniversário cuiabana na praça da Mandioca

Lá, o rasqueado cuiabano também não ficou de fora. João Eloy recordou os tempos de ouro em que a dança típica era a trilha sonora das festas de quintal e praças. Os presentes também escutaram o ‘choro’ do saxofone de João Batista de Jesus, o Bolinha, que ao tocar fez alguns gastarem um pouco de suas sandálias.

A milionária, Almerinda, que segundo ela é mais rica do que Mauro Mendes, marcou presença no palco. Ela contou ‘causos’ de sua vida até sua ascensão na alta sociedade. Almerinda ressaltou seu amor por Cuiabá e criticou o prefeito por ter deixado de convidar artistas regionais para participarem da programação oficial de comemoração.

‘Alma de Gato’ e Vera Capilé, igualmente presentearam Cuiabá cantando. Outros artistas regionais também compuseram o coro de Parabéns Cuiabá!

Uma das grandes surpresas da noite foi a exibição do curta "PS Glauber, Te Vejo em Cuiabá", de Glória Albues. Os presentes riram com o documentário que mostra Liu Arruda e Meire Pedroso percorrendo as ruas da cidade questionando a população acerca de temas como arte, cultura e problemas da cidade. Um vídeo produzido em 1986, mas que traz questões que infelizmente continuam atuais. "Alguém me disse depois da exibição: 'incrível, é um vídeo tão antigo e tão contemporâneo. Vi que as pessoas estão com saudade de Liu Arruda. Quando ele apareceu foram aplausos generalizados", avalia a autora do vídeo, a cineasta Glória Albues.  

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet