Olhar Conceito

Domingo, 05 de dezembro de 2021

Notícias / Política Cultural

Rollemberg critica atrofia do cinema no Distrito Federal

Agência Senado

22 Mai 2013 - 17:00

Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) destacou o lançamento dos filmes Somos tão Jovens e Faroeste Caboclo, inspirados na obra do cantor e compositor Renato Russo (1960–1996).

Ele cobrou apoio para a produção cinematográfica e cultural no Distrito Federal, por considerar a atividade geradora de renda e de oportunidades para o ­desenvolvimento da economia local.

Rollemberg apontou a situação de abandono do Polo de Cinema de Sobradinho e lembrou que o empreendimento surgiu para incentivar a produção de filmes. O senador observou que o polo não passa por uma reforma há 20 anos e a deterioração física do lugar é a parte visível de uma política audiovisual “atrofiada”.

Rollemberg afirmou que os filmes sobre Renato Russo humanizam de forma distinta situações passadas em Brasília, em uma época marcada pela ditadura militar e por profundas transformações sociais.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet