Olhar Conceito

Domingo, 05 de dezembro de 2021

Notícias / Cinema

NA TRIBUNA

Deputado lamenta falta de investimentos no cinema de MT

Da Redação - Jardel P. Arruda

11 Abr 2013 - 08:37

Foto: Reprodução AL

Deputado lamenta falta de investimentos no cinema de MT
Depois de ler a matéria publicada pelo site Olhar Conceito, em que o cineasta Amaury Tangará reclama que não consegue captar recursos para o longa metragem “Cão de Louça”, o deputado estadual Alexandre César (PT) usou a tribuna da Assembleia Legislativa (AL), na tarde de quarta-feira (10) para lamentar o fato.   O mato-grossense disse em entrevista ao jornalista Marcos Coutinho, que já espera há três anos por patrocínios da esfera federal, estadual e municipal, sem sucesso.

Deputado lamenta falta de investimentos no cinema de Mato Grosso

“Mato Grosso é um estado que vai receber um evento mundial, a Copa do Mundo. É o estado com a maior produção de grãos do Brasil e que mais cresce, mas é incapaz de bancar a produção de um longa-metragem com um orçamento de R$ 1,5 milhão”, disse o parlamentar petista, ao demonstrar insatisfação com os atuais meios de patrocínio a cultura local.

Alexandre César afirmou que Mato Grosso tem problemas devido ao fato de a economia estadual ser constituída, principalmente, por exportações das quais vários impostos estão isentos, impossibilitando os incentivos oferecidos pela Lei Rouanet. A contragosto, afirmando que os deputados mudaram e a aperfeiçoaram, ele também considerou a Lei Estadual de Cultura

Segundo o deputado, a sociedade e seus líderes precisam pensar na cultura, neste caso em específico o cinema, de como uma vitrine para Mato Grosso. Como exemplo ele usou o Estados Unidos da América, onde a indústria cinematográfica faz parte da política externa do país a fim de espalhar a visão estadunidense de mundo.

“Em todo o canto do mundo é possível ver um pedaço da cultura dos Estados Unidos, um país tido por alguns como um império. E o cinema é usado para isso. Ele exporta a visão americana de mundo e quase nos força ao viver o american way of life. O estilo americano de vida”, discursou Alexandre César.

O Filme

O filme "Cão de Louça" foi apresentado na Agência Nacional de Cinema (Ancine) e ainda aguarda patrocínio de R$ 2,85 milhões, que pode ser captado pelas leis de incentivo federal (Audiovisual), estadual (Hermes de Abreu) e municipais, para realizar o projeto.

Cineasta, teatrólogo, roteirista e ator, Amaury Tangará é autor de inúmeros curtas, dentre os quais se pode destacar Pobre É Quem Não Tem Jipe, A Velha, os Meninos e o Gato Que Escaparam da Estranha Caixa Azul e Horizontem e dos longas Ao Sul de Setembro e A Oitava Cor do Arco Íris.

Todas as produções foram feitas com a rara dedicação de quem ainda pensa o cinema como um agente transformador, como educativo, revolucionário.

Em tom onírico e ao mesmo tempo realista, Amaury Tangará avalia que "Cão de Louça" tem tudo para ser uma produção premiadíssima. Com argumento de Luis Carlos Ribeiro, narra a estória de quatro irmãs que optam pela reclusão após a vergonha pública da prisão do irmão, flagrado com a mão na massa ao desviar dinheiro público.

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet