Olhar Conceito

Sábado, 31 de outubro de 2020

Notícias / Artes Cênicas

Cia Cacos de Teatro se apresenta em Mato Grosso com peça e workshop gratuitos

Da Redação - Marianna Marimon

12 Fev 2014 - 12:01

Foto: Reprodução

Cia Cacos de Teatro se apresenta em Mato Grosso com peça e workshop gratuitos
A história de uma paixão proibida, no estilo Romeu e Julieta, mas que tem como cenário um lugarejo nos confins do sertão nordestino e um temperinho amazonense. Este romance será apresentado na peça teatral "A Cruz e a Moça", montagem da Cia. Cacos de Teatro, do Amazonas, que já circulou por vários Estados e aterrissa para rápida temporada nos dias 18 em Cuiabá e 19 em Várzea Grande. E a entrada é franca

Leia também: Estela Ceregatti e Jhon Stuart revivem Jobim em show "Tom em Tons" na Casa do Parque

Além da peça, haverá também um workshop Open Space (um espaço aberto para demonstração do trabalho de pesquisa desenvolvido pela Cia) voltado a artistas locais. A entrada para o workshop também é gratuita.

"A Cruz e a Moça" conta a trajetória do amor do moço pela moça, que é impedido pelo pai desta, Pantaleão. Ele expulsa o moço apaixonado quando este tenta pedi-la em casamento. Como também é desprezado por ela, o amante vai se consolar com os amigos Arlequino e Punchinella. O formato da montagem traz uma mistura de teatro e dança, marca registrada da companhia.

Além de Cuiabá e Várzea Grande, a ação, que é apoiada pela Funarte (Fundação Nacional de Artes),está circulando por mais 10 cidades brasileiras: no Amazonas (Manaus e Iranduba); no Acre (Rio Branco e Porto Acre); em Rondônia (Porto Velho, Ariquemes, Ji- Paraná e Vilhena) e em Goiás (Goiânia e Anápolis).



Programação

Em Cuiabá, a programação começa na terça-feira (18), das 9h.às 12h, no Pavilhão das Artes, com o workshop "Open Space" e performance do grupo. A atividade é voltada aos artistas do teatro e da dança.

Mais tarde, às 18h30, na Praça da República, será apresentado o espetáculo"A Cruz e a Moça", que tem no elenco Ana Paula Oliveira, Carol Santa Ana, Dyego Monnzaho, Francis Madson, Jonatas Amaral e Ruan Viana,com encenação coreográfica e Ricardo Risuenho e produção de Efrain Mourão.

Uma boa notícia é que estão sendo oferecidas 30 vagas para o workshop, com participação aberta a todos os interessados. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail: inscricoesciacacos@gmail.com.

No dia 19, a Cia Cacos de Teatro segue para Várzea Grande, onde acontecerá apresentação da peça "A Cruz e a Moça", às 18h30, na Praça Áurea Braz, no bairro Cristo Rei.

"O projeto de circulação funciona como oportunidade de propagação do espetáculo A Cruz e Moça e uma mostra do processo de trabalho da Cia. Nesta ocasião, também contemplamos a missão de finalizar este trabalho, que já está no repertório há pelo menos três anos. Essa turné finaliza em grande estilo, uma vez que foi um trabalho bem importante para nós, pois com ele conquistamos prêmios e participação em importantes eventos e festivais, como a FLIP (Feira Internacional do Livro), em Paraty (RJ)", explica um dos diretores, o ator Dyego Monnzaho.

As expectativas em relação a Mato Grosso, onde o grupo já esteve,são as melhores possíveis. "Cuiabá tem uma cena cultural muito diversa e provoca na gente uma ansiedade grande".

A peça

Um delicioso mix de dança de rua, teatro e dança contemporânea, com produção de linguagem híbrida à partir dos membros superiores. Assim o diretor resume a peça "A Cruz e a Moça". "É um trabalho super popular, que tem uma grande conexão com o público. Trabalhamos com uma abordagem estética que aproxima o trabalho da literatura de cordel".

A Cia Cacos de Teatro

Natural do Amazonas, a Cia. Cacos transita nas mais diversas modalidades das artes: teatro, dança, música, circo, performance e outros. Ao longo de seis anos de existência, conquistou diversos prêmios e participou de festivais dentro e fora do país.

Desenvolve uma pesquisa intensa sobre o corpo dentro de diversas abordagens e linguagens.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet