Olhar Conceito

Sábado, 04 de dezembro de 2021

Notícias / Saúde e Beleza

dia mundial da alimentação

Maus hábitos alimentares dos cuiabanos podem resultar em obesidade e doenças, alerta médico

Da Redação - Stéfanie Medeiros

16 Out 2013 - 17:20

Foto: Ilustração

Maus hábitos alimentares dos cuiabanos podem resultar em obesidade e doenças, alerta médico
Dizem que quanto mais colorido o prato, mais saudável a refeição. No entanto, o prato dos mato-grossenses está com uma variedade de vermelhos e marrons muito grande, excluindo as verduras e frutas.

Segundo dados da pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), realizada pelo Ministério da Saúde, 49% da população cuiabana maior de 18 anos tem o hábito de consumir carnes com excesso de gordura. Já apenas 18% ingerem cinco ou mais porções diárias de frutas e hortaliças.

Estes dados refletem na estatística de excesso de peso, que na capital mato-grossense é de 51,8%. Neste dia mundial da alimentação, o endocrinologista Mauro Scharf, laboratório Cedic Cedilab, alerta para os perigos de não se ter uma alimentação saudável. “Os hábitos alimentares certamente podem apontar como será o futuro da saúde da população”, ressalta.

O médico destaca que uma pesquisa apresentada no Congresso 2013 da Sociedade Europeia de Cardiologia (ESC) apontou que as crianças obesas têm danos nos vasos sanguíneos. No estudo, foi descoberto que elas apresentaram estágios iniciais de aterosclerose, doença caracterizada pelo entupimento das artérias.

Além disso, na pesquisa as crianças obesas também apresentaram resistência à insulina, caracterizando uma fase de pré-diabetes, bem como o aumento da pressão arterial sistólica. "É extremamente preocupante que crianças obesas já tenham os primeiros sinais de aterosclerose, o que as coloca em maior risco de desenvolver doenças cardíacas na vida adulta”, disse Scharf.

O endocrinologista lembra que, no Brasil, aproximadamente uma em cada três crianças está acima do peso e que maus hábitos têm um impacto altíssimo nestes jovens. “Ter hábitos saudáveis desde cedo é essencial para evitar o surgimento de doenças no futuro, uma vez que os efeitos das escolhas continuam até a idade adulta. Por isso, o exercício físico regular e uma dieta balanceada precisam fazer parte do cotidiano desde a infância”, finaliza Dr. Mauro.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet