Olhar Conceito

Quinta-feira, 06 de maio de 2021

Notícias / Arquitetura, décor e design

Conquista

Museu Rondon ficará fechado por oito meses para ampliação do espaço; veja fotos

Da Redação - Priscilla Silva

09 Out 2013 - 17:05

Foto: Museu Rondon /UFMT

Museu Rondon ficará fechado por oito meses para ampliação do espaço;  veja fotos
Os funcionários do Museu Rondon, da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), começaram a manipular com cuidado os cocares, armas de guerra e vasos dos povos indígenas durante a tarde de terça-feira (08). Todas as peças estão sendo fotografadas, catalogadas e, em seguida, guardadas em dezenas de caixas de madeira. Elas permanecerão lá nos próximos oito meses, período previsto para conclusão da primeira grande reforma do museu desde sua construção em 1972.

Leia mais: 
Mulheres e sentimentos da obra de Vinícius de Moraes inspiram obras de artista plástico de MT
Morar Mais fica de portas abertas até o dia 13 e é boa dica de passeio no fim de semana

Pelo menos cinco mil peças fazem parte do acervo do único museu universitário de Mato Grosso e esse número pode aumentar após a conclusão da catalogação. Totalmente voltado para a preservação da memória indígena, o espaço será ampliado. Agora, ambientes como café literário, auditório com capacidade para 90 pessoas, biblioteca, deck de observação, salas de exposição temporária e permanente passarão a compor o ambiente do museu. 

Segundo o professor e supervisor do museu, Paulo Delgado, a reforma é uma grande conquista para os alunos, visitantes e artistas. Ele ressalta que atualmente o local não possui estrutura adequada para a preservação das peças. “Há um tempo, o espaço onde fica a exposição permanente passou por uma pequena reforma e as paredes passaram a ser compostas de vidro e haste de vidro. Porém, nesse calor de Cuiabá, aquele local virou uma estufa, o que aumentou a demanda de ar-condicionado”.

São falhas como essas que o novo projeto do museu tomou cuidado para não repetir. Antes da elaboração do projeto final, consultorias foram realizadas por especialistas em museologia que deram instruções de preservação das peças e adequação do espaço para exposições e visitas.

De acordo com a Coordenação de Espaço Físico da Pró-Reitoria de Planejamento (Proplan) da UFMT, a obra prevê a reforma do espaço existente, com área de 673,54 m², e ampliação da área em 440 m², totalizando uma área de 1066,22 m².

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet