Olhar Conceito

Sexta-feira, 19 de julho de 2024

Notícias | Cinema

'Vale da Estranheza'

Curta de terror mato-grossense sobre roteirista e vampira bicentenária estreia no Cine Teatro

Foto: Reprodução

Curta de terror mato-grossense sobre roteirista e vampira bicentenária estreia no Cine Teatro
O curta de terror mato-grossense "Vale da Estranheza" estreia no Cine Teatro nesta terça-feira (14), às 19h30. Com roteiro e direção de Paulo Victor Vidotti, o filme usa o suspense para contar a história de Tuta (André Ferreira), um jovem roteirista que volta para a cidade natal depois de um longo período de reablitação e tenta retomar os vínculos de amizade. 


Leia também 
Conhecida nas ruas como ‘mãezona’, grávida mora em calçada de Cuiabá e sobrevive com doação de ossinho

 Neste processo em que se reconecta com o passado e planeja o futuro, se torna alvo de Angélica (Amarílis França), uma vampira bicentenária que o seduz e tenta controlá-lo.  A pré-estreia do curta integra a Sessão Realizador@s de MT, ação do projeto Encontros com Cinema que promove difusão de filmes do circuito regional, sempre com conversa com participantes das equipes de produção das obras audiovisuais exibidas.

Serão projetados outros três curtas mato-grossenses que têm em suas equipes profissionais que colaboraram na realização de “Vale da Estranheza”: “Caeté” (2023, 16’), dirigido por Augusto Krebs, “Ânsia” (2020, 8’), de João Pedro Regis, e “Undual” (2024, 4’), dirigido por João Pedro Regis e Tamii.

Entre profissionais das equipes dos curtas que participam da conversa após exibição estão João Pedro Regis e Manoel Vieira, que assinam, respectivamente, a direção de fotografia e a direção de arte de “Vale da estranheza”. Entrada gratuita e classificação indicativa 16 anos. 

Sobre Vale da Estranheza

O roteirista e diretor Paulo Victor Vidotti antecipa que a mística que circunda o imaginário sobre vampiros é utilizada em “Vale da estranheza” como alegoria para expor patologias que hoje podem ser identificadas como psicopatias. Vidotti aponta que, no passado, por ausência de estudos científicos na cultura ocidental destinados a identificar doenças da psique humana, o comportamento psicopata foi atribuído ao sobrenatural, sendo diretamente associado aos vampiros. “Vale da estranheza” foi viabilizado através do Edital de Seleção Pública 010/2021 - Cinemotion, realizado pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer do Estado de Mato Grosso. 

Sinopses dos outros curtas exibidos:

Undual (João Pedro Regis e Tamii. 2023. 4’)

Sinopse: O contraste e o equilíbrio do mundo. Undual traz os personagens Carlos e Miita que compartilham suas individualidades nas diversas formas de afeto.

Ânsia (João Pedro Regis. 2018. 8’)

Sinopse: O curta mostra a apreensão de uma jovem que, de tanto correr, não consegue sair do lugar. Isso produz nela sentimentos de melancolia, tensão e, principalmente, paranoia.  “A ansiedade e o medo envenenam o corpo e o espírito” (George Bernard Shaw).

Caeté (Augusto Krebs, 2023, 16’)

Sinopse: Luceia (Edilaine Duarte) mora na casa que pertence aos pais, em um bairro periférico de Cuiabá, e percebe aos poucos movimentações estranhas na vizinhança. Com a sanidade mental em cheque, Luceia não sabe se está delirando ou se é vítima da História brasileira, que estaria se repetindo.

 
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet