Olhar Conceito

Quinta-feira, 23 de maio de 2024

Notícias | Perfil

Conheça a história

Aos 65 anos, reservista da Aeronáutica inicia estudos para o Enem e conquista vaga na UFMT

Foto: Olhar Direto

Aos 65 anos, reservista da Aeronáutica inicia estudos para o Enem e conquista vaga na UFMT
Reservista da Aeronáutica, Antônio Nazaré Costa, de 65 anos, foi um dos aprovados do Colégio Master no Sistema de Seleção Unificada (SISU) 2024 para o curso de Física na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O aposentado resolveu recomeçar em uma idade onde muitos param as atividades. Sempre em busca de conhecimento, Antônio já possuía uma graduação e um curso técnico, e em um breve período da vida, tentou cursar física, mas como não conseguiu finalizar a faculdade, sonhava em retornar um dia.


Leia mais
Com mais de 19 aprovações em Medicina, Colégio Master reúne alunos para comemoração


Ao Olhar Conceito, o senhor contou um pouco de sua história, que inspira a muitos para sempre continuar em movimento.

“Eu terminei o curso de licenciatura em Ciências na UFMT no ano de 1987, e também fiz curso de estradas pelo Instituto Federal de Mato Grosso, que antes era a Escola Técnica ou Cefet. Como eu sempre gostei da área de pesquisa, inclusive quando eu terminei o curso de licenciatura eu comecei física, mas em decorrência da atividade profissional, que eu trabalhava e viajava muito, eu não estava tendo tempo de frequentar as aulas, estava com problema de falta, e tive que abandonar o curso, mas sempre tive em minha mente, que ia voltar ao curso”, explica Antônio sobre o porquê da escolha por Física.

Após ficar na Reserva por 10 anos, Antônio falou para a esposa que iria se preparar e prestar o Exame Nacional do Ensino Médio, e caso conseguisse nota suficiente, iria cursar o bacharelado em Física.

“Na reserva, a gente consegue desempenhar outras atividades, naquele momento vem aquela ideia e eu decidi fazer o ENEM. E nisso escolhi o Colégio Master para fazer o cursinho semi-extensivo, em três meses. Escolhi porque é um colégio de referência, bem estruturado, tem professores qualificados, eles são muito bons, e o colégio exige muito do aluno, e caso ele se dedique às aulas, tem capacidade em passar para qualquer curso. Porque ele exige muito, mas depende do outro lado, porque se o aluno acompanhar e se quiser, ele consegue”, conta o aluno dedicado.

Como sempre manteve a leitura e estudos em dia, Antônio não teve tanta dificuldade para acompanhar os alunos jovens, possuía dúvidas, mas estava sempre perguntando aos professores e se dedicando aos estudos.
E quem pensa que ele teve dificuldades em relacionar com os demais colegas, engana-se. Muitos jovens tinham interesse em conhecer mais a história de Antônio e o questionavam o porquê de estar na sala de aula novamente.

“Eu fui bem recebido, os jovens me receberam bem, inclusive, me faziam várias perguntas, querendo saber devido a minha idade porque eu estava ali, aí eu explicava que era um interesse e vontade própria de fazer física. Me respeitaram e se tornaram meus amigos, todo mundo aqui no colégio sabe o meu nome, onde eu chego todo mundo vem me cumprimentar. Então não tive problemas na área social, de relacionamento com as pessoas”, disse.

Questionado sobre qual mensagem ele gostaria de passar para as pessoas, Antônio diz que todo mundo tem capacidade de conquistar algo que almeja, desde que haja trabalho e uma dedicação exclusiva. “Levando a sério, você conquista o que quiser”.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet