Olhar Conceito

Sábado, 31 de outubro de 2020

Notícias / Artes Cênicas

Voluntários organizam leilão beneficente para Apae com obras doadas por artistas locais

Da Redação - Lidiane Barros

17 Set 2013 - 17:18

Foto: Alexsander Alves

Nesta terça-feira, artistas e representantes da Apae e da Rede Aliança, reuniram-se para definir regras do leilão

Nesta terça-feira, artistas e representantes da Apae e da Rede Aliança, reuniram-se para definir regras do leilão

Para atuar no combate à miséria e a violência infantil, um grupo de profissionais das mais diversas áreas resolveu apostar no poder transformador da arte, de forma indireta, já que ela vai ser convertida em ajuda. Artistas mato-grossenses são convocados a se engajar à causa e muitos deles, já sinalizaram positivamente.

Depois de apresentação memorável no Rock In Rio, Ivan Lins chega a Cuiabá

O resultado são dezenas de obras em escultura ou tela, que serão leiloadas para que o valor seja revertido para a construção de um brinquedoteca para a Associação dos Pais, Amigos e Excepcionais. O evento organizado pela Rede Aliança Humana ocorre no dia 1° de outubro, às 19h30 na Rua Estevão de Mendonça, 1650.

A artista Capucine Picicaroli – queatualmente tem alguns exemplares de sua arte expostos em uma loja em Nova York – está concluindo a tela titulada “Farol” para doá-la. “Para mim não custa nada apoiar a causa e para o outro que recebe pode ter um grande significado. Acredito que o universo retribui as boas ações”, diz.

Rosylene Pinto também aderiu à causa. Ela cedeu uma escultura em cerâmica figurativa de um casal de namorados . “Acredito que podemos fazer a diferença nas vidas de outras pessoas fazendo cada um a nossa parte. Achei o projeto rede aliança humana uma bela oportunidade de ajudar as pessoas doando aquilo que mais gosto a minha arte ou melhor o meu amor pela arte”, explica. “E faço minhas as palavras de Fernado Pessoa "Tudo vale a pena, quando a alma não e pequena", arremata.

Até o momento, endossam a iniciativa também, Luís Segadas, Rafael Jonnier, Adriano Figueiredo, Clóvis Irigaray, Ordi Calder, Taís Lino, Willian Gama, João Sebastião, Almira Reuter e Gonçalo Arruda.

Os voluntários da Rede Aliança Humana estão esperançosos de que o evento ultrapasse os 15 mil orçados para o projeto. “A brinquedoteca voltada aos alunos da Apae necessita um trabalho diferenciado, pois todos os objetos lúdicos devem estar voltados às necessidades especiais deste público”, destaca a voluntária Izis Filipaldi.

Com atuação voltada à mobilização, Vitor Messias também destaca que os artistas que tenham interesse em aderir à essa movimentação, ainda podem participar. “Tanto eles, quanto os interessados em adquirir obras, podem entrar em contato pelo e-mail social@aliancahumana.com.br”, explica. Segundo ele, o cadastro deve ser realizado com antecedência. O evento também será transmitido em tempo real pela internet, sendo assim, lances também poderão ser feitos via ambiente virtual.


Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet