Olhar Conceito

Sexta-feira, 19 de julho de 2024

Notícias | Comportamento

NO TIKTOK

Maranhense chega a 5 milhões de visualizações com vídeos mostrando rotina em tapiocaria de Cuiabá

Foto: Reprodução

Maranhense chega a 5 milhões de visualizações com vídeos mostrando rotina em tapiocaria de Cuiabá
Em busca de oportunidades de trabalho, a maranhense Gaby Rocha, de 18 anos, decidiu se mudar para Cuiabá em dezembro de 2021. Há nove meses, a jovem é responsável por ajudar a fazer as tapiocas na lanchonete Delícias do Sertão, no bairro Jardim Nossa Senhora Aparecida, na Capital. Como já publicava alguns vídeos da rotina no TikTok, não demorou para que as frigideiras com tapioca ganhassem espaço na rede social. 


Leia também
Capital Inicial faz show na Musiva em comemoração aos 40 anos de carreira

O segundo vídeo publicado por Gaby alcançou mais de 3 milhões de visualizações. O próximo foi ainda mais longe, com 5 milhões. Desde que começou a publicar a rotina corrida na tapiocaria, a jovem ganhou mais seguidores que anseiam por novos vídeos. Nos comentários, eles afirmam que é "satisfatório" ver a maranhense fazer, com destreza, até três tapiocas de uma vez. 

Como Gaby já produzia conteúdo para o TikTok, ficou surpresa com o engajamento repentino causado pela chegada dos vídeos fazendo tapioca. Ao Olhar Conceito, ela lembra a sensação de ver o primeiro vídeo publicado alcançar 50 mil visualização em poucas horas de postagem. Atualmente, ele já foi visto mais de 200 mil vezes. 

"Não estava com ideia de gravar, mas muitas pessoas falavam para eu fazer, que daria visualização, então comecei. O primeiro deu 50 mil em poucas horas e foi aumentando. Depois de dois dias publiquei outro vídeo e esse viralizou, acho que está com 3 milhões. As pessoas começaram a seguir e pedir mais. Já gravava vídeos de rotina, tinha alguns seguidores. Mas a tapioca me fez ficar com muitos seguidores. Os que mais viralizam são os que faço tapioca". 

Gaby conta que morava em Buriticupu, no Maranhão, mas tinha dificuldade para conseguir emprego. Mesmo sem familiares em Cuiabá, ela decidiu se arriscar, sempre sonhando com uma melhora na vida financeira. Atualmente, Gaby diz que pretende voltar ao Nordeste apenas para visitar a família. 

Os vídeos que produz para a rede social também aproximam a jovem de seguidores de todo o Brasil e ajudam a matar a saudade da mãe, que comenta nas publicações. 

"Lá é muito difícil conseguir trabalho, vim para Cuiabá em busca de emprego mesmo. Estou aqui há nove meses. Não tenho parentes em Cuiabá, vim com meu esposo. Trabalho de segunda a sábado, das 15h às 23h30. Faço muita tapioca por dia, mas fiquei muito surpresa [com a repercussão nas redes]. Juro por Deus que não esperava". 

 
@gabyhrocha0 Respondendo a @josielypereiradasilva #trabalho #tapioca #tapiocarecheada #amomeutrabalho #foryou #vaiprofycaramba #fypシ ♬ Carolina - Chelzinho No Beat

Receita da matriarca da Delícias do Sertão 

Gaby aprendeu a fazer as tapiocas vendidas no Delícias do Sertão com a matriarca da família, Maria Valmira, de 58 anos. Maria também é nordestina e morava no Ceará quando decidiu sair em busca de melhores condições de vida. Depois da passagem por São Paulo, ela e a família chegaram em Cuiabá em 1993. Quando começou a fazer tapiocas em feiras de rua da Capital, Maria tinha apenas uma frigideira. 

"Aprendi a fazer com minha mãe, ela fazia quando a gente era criança e fomos aprendendo. Naquela época era chamado de 'biju', só com manteiga ou um pouco de coco ralado. Meu marido perguntou se eu queria vender tapioca na feira... Comecei com um fogareiro de uma boca e fui chamando os clientes. As pessoas iam passando e me vendo fazer, tudo limpo e arrumadinho". 

Maria começou a trabalhar nas feiras de rua com o marido em 1999, mas ele já era conhecido pela venda de sorvete. Ela conta que na época que começaram a tapioca recheada ainda era novidade em Cuiabá e, depois, foi ganhando cada vez mais ingredientes. 
Delícia do Sertão fica na rodovia Palmiro Paes de Barros, no bairro Jardim Nossa Senhora Aparecida, em Cuiabá. (Foto: Olhar Direto)

"Comecei só com manteiga, coco e coco com leite condensado. Hoje fazemos muitos recheios. Hoje a 'Delícia do Sertão', que é com carne seca com queijo e banana frita é a que mais sai. Começamos no final de 1999. Depois de quatro meses Deus começou a abrir a porta e não dei mais conta, o pessoal foi chegando e tive que arrumar pessoas para ajudar". 

Com os anos de trabalho na tapiocaria, Maria ganhou clientes fieis, que saem do bairro CPA ou de Várzea Grande para comer a tapioca da Delícias do Sertão. Agora, por conta dos vídeos publicados por Gaby, um novo público está chegando na lanchonete, que além da tapioca possui lanches, pastel e coxinha feita com massa de mandioca no cardápio. 

"Muitas pessoas viram o TikTok e não conheciam o local, começaram a vir comer aqui. A gente não é muito estourado em internet, estamos começando agora a trabalhar com isso. O movimento que temos hoje, é o boca a boca que vai trazendo", conta o filho de Maria, Tassio Aurélio Mota, responsável pela administração da tapiocaria. 
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet