Olhar Conceito

Quarta-feira, 22 de maio de 2024

Notícias | Literatura

lançamento em Cuiabá

Livro conta histórias de personagens que fizeram parte do Hospital Geral

Foto: Reprodução

Silvio de Souza foi criado pelas enfermeiras do Hospital Geral, onde morou durante a infância

Silvio de Souza foi criado pelas enfermeiras do Hospital Geral, onde morou durante a infância

Histórias e relatos de personagens que fizeram parte dos 80 anos do Hospital Geral serão contadas em um livro comemorativo lançado nessa quinta-feira (13), a partir das 19h30, no Teatro Zulmira Canavarros, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), em Cuiabá. Uma das histórias é a do aposentado Sílvio de Souza, hoje com 75 anos, mas que passou a infância nos corredores da unidade de saúde e foi criado como filho pelas enfermeiras. 


Leia também 
Antropóloga abre primeira agência de afroturismo de MT: 'onde estão os negros na história mato-grossense?'

Nas páginas do livro "80 anos do Hospital Geral e Maternidade de Cuiabá: Uma História de Superação, Amor e Conquistas" também terão histórias de grandes nomes da sociedade mato-grossense como Dr. Clóvis Pitaluga de Moura (in memorian), Adelaide de Almeida Orro, a primeira enfermeira do Estado, Dr. Carlos Eduardo Epaminondas (in memoriam), Dr. Gabriel Novis Neves e a importância da medicina humanizada, Dr. Antônio Figueiredo e seus mais de 50 anos de Hospital Geral, entre outros. 

O livro foi idealizado buscando contar a trajetória do nascimento do hospital que se tornou referência em vários serviços do SUS em Mato Grosso. O Hospital Geral foi inaugurado no dia 23 de outubro de 1942, na época, era considerado um marco para a cuiabania. Com o passar dos anos, incorporou-se institucionalmente ao imaginário regional e se tornou o maior hospital filantrópico do Estado.

Nesses 80 anos, o hospital se transformou e incorporou a alta complexidade como missão, modernizando alas, equipamentos e protocolos médicos. Recebeu o título de Hospital Escola do MEC/MS e continua sendo um centro de referência para a afetividade cuiabana, fato que identifica seu nome como patrimônio imaterial.

O livro será vendido por R$ 80 e narra a história do hospital que com a ajuda de sua equipe dedicada, competente e responsável, cumpre papel importante durante quase cem anos de história. Para a presidente do Hospital Geral, Flávia Silveste, o livro marca o resgate da história da unidade de saúde. 

"Fomos a primeira maternidade do Estado de Mato Grosso, por isso espero que as histórias contadas aqui possam motivar e mostrar o amor ao próximo que sempre norteou a instituição”.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet