Olhar Conceito

Terça-feira, 21 de maio de 2024

Notícias | Arquitetura, décor e design

150 vagas

Oficinas gratuitas vão capacitar engenheiros e arquitetos sobre recuperação de casarões históricos em Cuiabá

Foto: Reprodução

Oficinas acontecerão até junho e serão realizadas em imóvel do Centro Histórico que está em recuperação

Oficinas acontecerão até junho e serão realizadas em imóvel do Centro Histórico que está em recuperação

Engenheiros, arquitetos, estudantes e trabalhadores da construção civil, além de moradores ou proprietários de imóveis no Centro Histórico de Cuiabá podem participar de oficinas gratuitas sobre recuperação e preservação de patrimônio. A próxima oficina sobre fabricação de tijolos de adobe acontecerá no sábado (25), na rua Pedro Celestino, perto da Praça da Mandioca. 


Leia também 
Lula anuncia nos próximos dias pacote de obras solicitadas por governadores

As atividades começaram no último sábado (18) e seguem até junho deste ano. No total, foram disponibilizadas 150 vagas em cinco oficinas gratuitas. De acordo com a secretaria estadual de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), ainda há vagas disponíveis. 

O projeto foi contemplado no edital MT Preservar, Secel-MT. De acordo com o superintendente de Preservação do Patrimônio Histórico e Museológico da Pasta, Robinson Araújo, o projeto surgiu como uma resposta à dificuldade de profissionais com conhecimento específico para atuar em obras de restauração no Estado. 

O material produzido na oficina de fabricação de tijolos de adobe será aproveitado na obra de recuperação. A edificação, onde as aulas acontecem, é de propriedade da Fundação Abrigo Bom Jesus e está na região onde foram instalados os primeiros núcleos de moradia da Capital, no final do século 18. O imóvel sofreu um desabamento em 2020 e parte da estrutura construída com tijolos de adobe se perdeu.

Ainda neste mês serão realizados quatro mutirões de produção de tijolos com alunos da UFMT e do IFMT. Os próximos módulos serão sobre assentamento de tijolos de adobe, revestimento de alvenaria de adobe e pintura.

O projeto, aprovado em edital da Secel, é executado pela empresa Memora Arquitetura e Restauro com apoio da UFMT, do IFMT, Instituto Casa das Pretas e Casa Silva Freire.

Ainda há vagas disponíveis: https://bit.ly/3ZSgfC5
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet