Olhar Conceito

Sexta-feira, 21 de junho de 2024

Notícias | Música

APAIXONADA POR ENSINAR

Mato-grossense estudante de música grava vídeo usando baixo como 'antena de rádio' e viraliza no TikTok; veja

Foto: Reprodução/TikTok

Mato-grossense estudante de música grava vídeo usando baixo como 'antena de rádio' e viraliza no TikTok; veja
A mato-grossense e estudante de Música, Gabriela Bulhões, de 21 anos, viralizou no TikTok, rede social de vídeos, após mostrar uma peculiaridade de um dos seus instrumentos: quando conectado em um amplificador o baixo se torna uma antena de rádio. O vídeo já conta com mais de 46 mil curtidas e 1.1 mil comentários. Próxima da música desde criança, uma das maiores paixões da estudante é a possibilidade de ensinar outras pessoas a tocar instrumentos. 


Leia mais: 
Os Fabelmans: novo filme de Spielberg chega aos cinemas; confira principais lançamentos das telonas e streamings


No vídeo a jovem conta que mora próximo a algumas emissoras de televisão e rádio da capital e todas vez que vai tocar o instrumento precisa lidar com a interferência causada pelo instrumento. Em um dos momentos, Gabriela chega a conseguir sintonizar em mais de uma estação de rádio, dependendo da forma com que posiciona o baixo. 

Em pouco mais de 10 horas o vídeo já acumulava 46 mil curtidas e mais de 1.1 mil comentários. Alguns dos internautas chegaram a teorizar sobre qual seria a explicação científica por trás da "transformação" do instrumento em uma antena de rádio. Já outros recomendaram para a jovem a 'blindagem' do baixo, que consiste na eliminação de qualquer ruído ou interferência. 

Estudante da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), a musicista contou para a reportagem do Olhar Direto que desde criança já tocava algum tipo de instrumento. Entre eles, o violão e a flauta doce. Antes de optar pelo curso de Música, Gabriela chegou a ter receio se a escolha seria bem aceita pela família. 

"A única opção possível na minha cabeça era música, só que eu não considerava tanto porque ninguém leva a sério. Então tinha esse medo de talvez a minha mãe não me apoiar, mas acabou que ela apoiou bastante e sempre está lá por mim", comentou. 

Antes de iniciar a carreira acadêmica, a estudante chegou a dar aulas de música em um projeto comunitário em Poxoréu (255 km de Cuiabá), sua cidade natal. "Gostei muito da experiência de ensinar, porque deu muito certo e as crianças aprenderam, foi um negócio muito interessante. E a partir dali me apaixonei pela arte de ensinar, de tocar os instrumentos e ensinar", comentou. 

Gabriela durante uma apresentação especial de Halloween. | Foto: Arquivo Pessoal

Em entrevista, Gabriela comentou que o problema de interferência acontece desde o dia que ganhou o baixo, apesar disso a musicista seguiu buscando saídas para conseguir estudar com o instrumento.  "Esse problema começou exatamente no dia que ganhei um baixo e fui ligar ele pela primeira vez. É só com ele, tenho outros instrumentos que uso no amplificador e não acontece nada. Não entendo porque, mas resolvi aceitar", disse. 

Na descrição do vídeo, a jovem diz que todas as vezes que resolve tocar o instrumento inicia uma competição para saber quem faz mais barulho, ela ou a dupla sertaneja Marcos & Belutti tocando em uma das rádios. Questionada sobre quem vence a batalha, Gabriela revelou que são os seus acordes os vitoriosos no fim do dia. 

"No final da competição quem ganha sou eu, porque ajusto o amplificador para o sinal sumir. Então normalmente ainda dá para ouvir lá no fundo, mas nada que interrompa meus estudos no baixo", finalizou. 

Veja o vídeo: 

 
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet