Olhar Conceito

Domingo, 23 de junho de 2024

Notícias | Diversão e Lazer

no Zulmira Canavarros

Orquestra Ciranda Mundo e Espaço Roda protagonizam espetáculo com coreografias inéditas neste sábado

Foto: Divulgação/Pedro Mutz

Orquestra Ciranda Mundo e Espaço Roda protagonizam espetáculo com coreografias inéditas neste sábado
A Orquestra Ciranda Mundo realiza um novo espetáculo, em parceria com o Espaço Roda, no próximo sábado (29), às 20h, no Teatro Zulmira Canavarros. O “Roda Mundo” contará com os temas musicais executados pela orquestra enquanto seis coreografias inéditas são apresentadas. O ingresso é a doação de dois quilos de alimento não perecível.


Leia mais:
Filme sobre grafiteiro Babu 78 estreia no Cine Teatro Cuiabá

“É a primeira vez na história da dança de Mato Grosso que uma orquestra trabalha com coreografias autorais. São músicas consagradas com números coreográficos inéditos. Estamos muito felizes e ansiosos com esse encontro. E nos sentimos desafiados, porque coreografar para uma orquestra não é nada fácil”, revela Rafael Cerigato, diretor pedagógico do Espaço Roda.
 
O sugestivo título do espetáculo reúne partes dos nomes das instituições envolvidas neste projeto. “Roda Mundo diz um pouco acerca dos dois grupos, das linhas de trabalho e do que a gente acredita. Ciranda é uma roda, é uma dança de roda, é um universo de experimentações, de vivências, e o Espaço Roda também trabalha nessa linha, utilizando a arte como ferramenta de desenvolvimento social, sociocultural e humano”, comenta o maestro Murilo Alves, diretor artístico e presidente do Instituto Ciranda.
 
A ideia inicial, levantada por Cerigato, era fazer apenas uma participação em uma apresentação da orquestra. “Nossa proposta era que a orquestra tocasse o segundo movimento da sétima sinfonia de Beethoven, que era uma coreografia que a gente já trabalhava. Então, o maestro Murilo foi muito generoso e ofereceu a possibilidade de realizar um concerto para que pudéssemos fazer mais”, relembra Rafael.
 
O repertório musical conta com grandes clássicos, como as Danças Húngaras, de Johannes Brahms; as Danças Eslavas, de Antonin Dvorak; a Sinfonia nº 7, de Beethoven; a Dança dos Comediantes, de Bedrich Smetana; a Dança do Sabre, de Aram Khachaturian; além de números musicais de duas peças do dramaturgo alemão Bertold Brecht, ambos assinados por Kurt Weill.
 
Esta é a segunda apresentação da temporada artística da Orquestra CirandaMundo e faz parte da Série Cerrado. “Aproveitamos a temporada artística para homenagear os três biomas e as quatro regiões do estado com os nomes das séries de concerto: Araguaia, Cerrado, Amazônia e Pantanal. Na série Cerrado trabalhamos mais com o repertório tradicional de orquestra, sejam as grandes obras, as sinfonias, as suítes, os concertos, as aberturas, os poemas sinfônicos…”, detalha Murilo Alves.
 
Além do repertório tradicional de orquestra, as outras séries trabalham com música popular, regional e contemporânea. “Tentamos ser o mais abrangente possível para que os professores e alunos possam ter vivências significativas e contato com repertórios diferenciados, por isso a divisão em séries”, complementa o maestro.

Instituto Ciranda
 
A Orquestra CirandaMundo é composta pelos alunos mais experientes e também por professores do Instituto Ciranda - Música e Cidadania, instituição que também conta com as orquestras Cirandinha e Primeira Ciranda.
 
Criado em 2003, o Instituto Ciranda utiliza a música como ferramenta de cidadania. Atualmente, atende cerca de 800 crianças, adolescentes e jovens de diferentes classes sociais e cidades mato-grossenses.
 
São ofertadas, gratuitamente, aulas de violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta transversal, clarineta, oboé, fagote, trompa, trompete, trombone, bombardino, tuba, percussão, coral e musicalização infantil.
 
A instituição também oferece aulas teóricas, métodos e partituras. São disponibilizados regularmente cursos de capacitação e aperfeiçoamento profissional nas áreas musicais e de produção cultural. A proposta possibilita que muitos alunos continuem os estudos musicais em universidades do Brasil e exterior.
 
O Ciranda conta com algumas parcerias para a manutenção dos programas. A empresa Bom Futuro, Eletrobrás Furnas, Energisa, Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel/MT), Assembleia Social, Associação Mato-grossense de Produtores de Algodão (Ampa), Instituto Saga e Eletrobrás Eletronorte são alguns desses parceiros.
 
Espaço Roda

 
O Espaço Roda nasceu do desejo artístico de Rafael Cerigato e Róbson Oliveira de construírem uma escola em que pudessem desenvolver o ensino da dança nos moldes da arte educação. Assim, em 2016, inauguraram o Espaço Roda - Arte e Expressão, que tem como premissa ensinar para a vida por meio da arte, respeitando as especificidades de cada aluno.
 
Pautado no conceito de experiência de Larrosa Bondía, explora um método de ensino por meio de vivências reflexivas. Em seis anos de atividades, somam grande número de apresentações artísticas, possibilitando que os alunos possam se construir enquanto estudantes de dança, artistas e cidadãos. (Com informações da assessoria)
 

Serviço:
 
Orquestra CirandaMundo e Espaço Roda apresentam “Roda Mundo”
Local: Teatro Zulmira Canavarros
Data: 29 de setembro às 20h
Ingresso: Doação de 2 kg de alimento não perecível
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet