Olhar Conceito

Sexta-feira, 24 de maio de 2024

Notícias | Artesanato

CONHEÇA MANDALA

Construída com barro, galeria ecológica une arte e sustentabilidade no Centro de Cuiabá

Foto: Herik Richard

Construída com barro, galeria ecológica une arte e sustentabilidade no Centro de Cuiabá
Uma mandala se forma por vários círculos diferentes que giram no mesmo eixo e produzem uma só imagem. No Centro de Cuiabá, Georgia Filipovitch e Philipe Sancho são os idealizadores da Galeria Mandala, propulsora de arte e sustentabilidade. O espaço une um time diverso de artistas, artesãos, terapeutas, professores, designer e empresários que desenvolvem seus trabalhos e, coletivamente, constroem uma só comunidade no local.


Leia também:
Cantora cuiabana Paula Shaira apresenta show “Indie Brazuca”, com abertura de João Reis e flash tattoo

Fazem parte das características da galeria desenvolver técnicas de bioconstrução, paisagismo, oferecer cursos, oficinas, e, principalmente, fomentar e valorizar tudo que se produz artesanalmente em harmonia com a natureza.

Neste domingo (18), a galeria vai sediar a 1ª Feira de Plantas, Arte e Sustentabilidade MT, com mais de vinte estações disponibilizando produtos, plantas e obras para trocas e vendas. Mandala fica instalada R. Cel. Neto, 736 - Goiabeiras, Cuiabá.

Clique aqui e confira os eventos, datas de oficinas, artistas e todo rol de serviços ofertados pela galeria.

Arte e Sustentabilidade
 

O que antes era laboratório para testar os produtos da arquieteta e paisagita, Geórgia, e do engenheiro civil e bioconstrutor, Philipe, agora abre espaço para obras e trabalhos de diferentes artesãos.  Oficinas, capacitações, exposição e eventos são viabilizados para cada artista que compõe as estações da galeria.
 
“São vários tipos de serviços e de ações que, juntas no mesmo eixo, formam uma coisa só que é a galeria”, explicou Philipe acrescentando que “a gente sempre tenta trazer algo artístico, original e a sustentabilidade como meta de colocar seu produto ou serviço em harmonia com a natureza”.

Mandala se estabelece enquanto propulsora da arte e sustentabilidade no sentido de produzir em sintonia com a natureza e, consequentemente, viabilizar novos empreendimentos ecológicos e produções artesanais. “Oferecermos capacitações, oficinas, cursos, treinamento de mão de obra, consultoria para outras empresas que queiram se formar para atuar nessa área de construção com terra, e a prestação de serviços externos, principalmente. Com esse investimento que desenvolvemos aqui, usando a casa como laboratório, isso virou um produto e um serviço que consigo prestar”.

Em Cuiabá, por exemplo, as técnicas bioconstrução desenvolvidas por eles já construíram no Arado Natural, na Tapiocaria Da Feira, e tem parceria com Sesc e Senai. O atual projeto ecológico está sendo realizado para o restaurante Brasido, que irá inaugurar em breve no Shopping Estação. “A demanda é sempre pela construção com barro. É essa identidade que eles querem levar para os espaços”.

A construção toda feita de barro é a grande diferença da galeria. Seja na qualidade de vida – já que deixa o ambiente de 3 a 4 graus mais fresco – quanto no acabamento, pois uma parede de barro consegue ‘respirar’, ou seja, não fica com infiltrações.

Estações e Artesãos

Além dos serviços ecológicos, há também estações que se espalham pela casa. A galeira é composta por um time diverso de artistas, artesãos, terapeutas, designers, empresários e professores que desenvolvem seus trabalhos com arte e sustentabilidade, dentro do que é proposto por Mandala.

Patrícia Wolf Sampaio, multiartista conhecida na capital por Patty Wolf, expõe e vende pinturas, cerâmicas e esculturas. Ilustradora e doutora em Estudos de cultura contemporânea, Camila Pasinato vende aquarelas, pinta paredes, comercializa peças que levam suas ilustrações. Ambas viabilizam oficinas e cursos.  

Há uma sala energética de terapia holística comandada pela Terapeuta Naturopata Integrativa Emmanuely Vendramini, que ajuda pessoas a terem resultados rápidos no tratamento da dor de forma natural. Ela atua com psicossomatização, traumas, autoconhecimento, biocompatibilidade genética, biorressonância quântica, massagens terapêuticas e mais.

Rita Berté, designer de 47 anos, produz peças artesanais usando o macramé, uma técnica de tecelagem manual com uso de nós, originalmente usada para criar franjas e barrados em lençois, cortinas toalhas. Berté também produz colares, pulseiras, brincos, espelhos, luminárias, lustres e objetos decorativos de interiores.

Caminhando pelas estações, descobre-se Fernanda da “Costura Poética”. Ela tem espaço para costuras desenvolvidas à mão: bolsas personalizadas e utilitários bordados. "Você já é poesia, eu só ajudo a deixar o seu dia ainda mais poético", descreveu.

No quintal espaçoso, há um jardim com pé de amora, limão, jabuticaba, banana, taioba, várias PANCs, manjericão, alecrim, rúcula, batata doce e maracujá. As Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs), são transformadas pelo Armazem Panc em produtos agroecológicos e alimentos biodiversos que levam a natureza para sua mesa. A bióloga e empresária Daniele Medeiros. 

Eliane Alini dos Santos, de 33 anos, é professora de história e produz peças de crochê. O empreendimento “Crochê Cuiabano” compõe o time exclusivo de expositores da galeria. As ecobags, menina dos olhos do negócio, é totalmente biodegradável. “tem uma proposta que faz todo sentido, porque traz ideia da sustentabilidade que é prezada pela galeria”, contou.

Seguindo na linha de artesanato em comunhão com a natureza, da arte com intenção, Lophophora é o empreendimento sustentável da professora de sociologia, Lorrayne Pereira. Ela cria quadros com flores reais e outros elementos naturais, faz colagem botânica, joias com insetos e preserva buquês. Além disso, promove oficina de secagem de flores.

O vasto elenco que preenche o espaço ainda dá lugar para o ateliê “O amor é verde”, de Tatiane e sua filha Yasmim. Portadora de câncer cerebral, Tatiane tem vivido um sonho em meio ao caos quando trabalha com artesanato e sua filha ao lado.

Elas produzem terrários, kokedamas e criações próprias. Para Tatiana, produzir para o ateliê é como uma terapia. “Eu sigo fazendo minha melhor terapia contra o câncer: a “Verdeterapia”.

O Studio Owl completa o time. Feitas à mão, uma a uma, a produção artesanal e criativa de cerâmicas de alta temperatura exige dedicação e amor. Canecas, vasos, pratos e cerâmicas para mesa são produzidos no estúdio criativo e contemporâneo  de Anik Cardoso.

Compõe o elenco da galeria o fotógrafo Herik Richard, que trabalha com fotografia há sete anos. Ele começou por hobby, apenas registrando paisagens como nascer e o pôr do sol. Pouco depois, se profissionalizou e realizou ensaios com gestantes, em seguida aniversários infantis e formaturas. Ele já trabalhou também para o UberEats e daí em diante começou pegar eventos e casamentos.

“Sempre busquei me situar na fotografia artística e até mesmo criando projetos com intervenções artísticas onde sempre me situei. Trabalho com fotografia a 7 anos e vim acumulando experiências e histórias ao longo deste trajeto que venho trilhando através da mesma”, disse.

“O modelo que descobrimos aqui foi esse: ao invés de os artistas alugarem uma sala para montarem suas lojas, eles montam pequenas estações expositivas e prementes aqui. E esse compromisso permite a eles ter uma data por mês para realizar seus eventos. E aí, eles podem receber clientes, fazer oficinas. A gente sempre incentiva as pessoas que estão aqui a compartilhar de suas técnicas, com eventos, oficinas, cursos, no sentido de expor, compartilhar”, finalizou Philipe.

Programação de Oficinas e Cursos:

Setembro
17/09 - Lettering com Camila Pereira - 14h às 17h
18/09 - 1ª Feira de plantas, arte e sustentabilidade MT - 8h às 11h
24/09 - Cerâmica com Studio Owl - 14h às 17h30


Outubro
08 e 09/10 - Curso de Terapias com Emanuelly Vendramini - 8h às 17h
15/10 - Lettering com Camila Pereira 
22/10 - Bioconstrução com Philipe Sancho e Georgia Filipovitch - 8h30 às 16h
29/10 - Paisagismo; Terrários e Kokedamas com Georgia Filipovitch - 8h30 às 16h30
            Arte Flores e Folhas Desidratadas com Lophophora - 14h às 17h
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet