Olhar Conceito

Sábado, 25 de junho de 2022

Notícias | Artesanato

FENEARTE

Redeiras de Limpo Grande representarão Várzea Grande na maior feira de artesanato da América Latina

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Redeiras de Limpo Grande representarão Várzea Grande na maior feira de artesanato da América Latina
A Tece Arte – Associação das Redeiras de Limpo Grande participará da maior feira de artesanato da América Latina, a Fenearte, entre os dias 6 e 17 de julho, em Olinda (PE). Para isso, conta com apoio da Prefeitura de Várzea Grande, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (SMECEL), com objetivo de expandir e divulgar a cultura do município.

Leia mais: 
"É uma tradição que a gente não quer que morra", desabafa redeira do Limpo Grande

Este é o segundo ano consecutivo que a Tece Arte leva a arte produzida em Várzea Grande para a Fenearte. Em 2021, a ação foi um sucesso e a expectativa das redeiras para este ano é ainda maior. No mesmo ano, O trabalho das redeiras alcançou lugares inimagináveis.

Chegou às mãos da estilista Marta Medeiros e do herdeiro do trono britânico, príncipe Charles. Isso resultou, à época, em uma maior procura por redes confeccionadas pelas artesãs, que agora estão organizadas enquanto associação e irão representar o município para o mundo.

Para a presidente da associação, Jilaine Maria da Silva, poder levar a belíssima cultura das redeiras para o mundo participando da maior feira de artesanato da América Latina, será uma grande honra.

A presidente tem a técnica das redes no sangue, passada de geração por geração. Ela que é filha de uma tecelã, explicou que os modos de fazer, tecer e confeccionar as redes têm origem dos povos nativos da etnia Guanás, que transmitiram os saberes de forma oral para seus descendentes.

Segundo Jilaine, uma só rede pode levar mais de dois meses no tear para ficar pronta. Diante do extenso trabalho, a cultura quase se extinguiu por conta da falta de estrutura e incentivos. Agora, com o apoio a Associação e da Prefeitura, as redeiras estão se sentindo motivadas à dar continuidade no desenvolvimento deste patrimônio cultural.

A Tece Arte foi fundada recentemente, com incentivo e apoio da primeira-dama do Município, a promotora de Justiça Kika Dorilêo Baracat, que deu todo o suporte necessário às artesãs. Para ela, um dos principais compromissos da gestão é a valorização da cultura. Por isso apoiar com estrutura e incentivo as redes produzidas na comunidade, que transmitem a identidade do povo várzea-grandense."

A tecelagem de Limpo Grande é um patrimônio imaterial de Várzea Grande, protegido por Lei.  Por isso, apoiar, promover, estruturar e incentivar é trabalho dos poderes públicos municipais.

O trabalho da associação Tece Arte pode ser acompanhado pelas redes sociais em www.instagram.com/teceartemt, onde elas também recebem encomendas.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet