Olhar Conceito

Sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Notícias | Política Cultural

Rusga

Podcast cuiabano conta história de mobilização armada que matou dezenas de portugueses em MT

Foto: Reprodução

Podcast cuiabano conta história de mobilização armada que matou dezenas de portugueses em MT
O podcast Humanos e Vulcões, produzido por Angélica Almeida e Arthur Santos, está com um novo episódio sobre a Rusga, mobilização armada ocorrida em Mato Grosso, durante o Período Regencial, que foi responsável pela morte de dezenas de portugueses. O projeto “Espaço de Rusga” é resultado do Edital Movimentar Cultura, da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso (Secel-MT).

Leia também:
Secel deve investir cerca de R$ 18 milhões em cultura e esporte ao longo de 2022

Com 20 minutos de duração, o programa conta com a participação do historiador Benone Lopes. Além de seu conhecimento científico como historiador, Benone também é ator e foi um dos responsáveis por encenar por quase uma década o espetáculo de teatro que leva o nome da mobilização armada. 

Os crimes iniciados no dia 30 de maio de 1834 tiveram como palco primário o Campo D’Ourique, atual Praça Pascoal Moreira Cabral, local em que está localizado o monumento de referência ao Centro Geodésico da América do Sul, fazendo limite com a Câmara Municipal de Cuiabá.

Exatamente no Campo D’Ourique foram distribuídos os cartuchos que mataram dezenas de portugueses residentes em Mato Grosso, então chamados pejorativamente de adotivos, bicudos ou pés de chumbo. O massacre durou aproximadamente três meses, tendo como base Cuiabá, mas alcançou cidades vizinhas.

O podcast está disponível gratuitamente nas principais plataformas de reprodução de áudio. Clique para ouvir no Spotify ou ouça abaixo no YouTube.
 

Podcast

O podcast é um programa de áudio sob demanda. O ouvinte pode escutá-lo na hora que quiser, ao contrário dos tradicionais programas de rádio. Esse tipo de formato de áudio está cada vez mais popular no Brasil.

Edital Movimentar

Lançado para reduzir o impacto econômico da pandemia e fomentar projetos culturais e esportivos, o edital destinou R$ 3 milhões para trabalhadores da cultura e do esporte em Mato Grosso.

Na área da cultura, as propostas contempladas englobam manifestações artísticas ou práticas culturais desenvolvidas nos segmentos de teatro, dança, circo, literatura, biblioteca, música, audiovisual, artes visuais, artesanato, povos e comunidades tradicionais, culturas LGBTQIA+, urbanas e negras e de matriz africana, patrimônio histórico, produção cultural e economia criativa.

Com assessoria.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet