Olhar Conceito

Terça-feira, 17 de maio de 2022

Notícias | Diversão e Lazer

Garden Pub

Dia Nacional do Samba é comemorado com Grupo Compasso Malandreado e Raoni Ricci nesta quinta-feira

Foto: Reprodução

Dia Nacional do Samba é comemorado com Grupo Compasso Malandreado e Raoni Ricci nesta quinta-feira
O Dia Nacional do Samba é celebrado anualmente no dia 2 de dezembro e, nesta quinta-feira, o Garden Pub realizará uma noite de samba com o Grupo Compasso Malandreado e Raoni Ricci. O evento será realizado a partir das 19h30. A entrada custa o valor de R$ 20. 

Leia também:
Prefeita cancela festas de Revéillon e carnaval devido a “momento de incertezas” na pandemia

Entre as atrações confirmadas, também participam Marcelinho, Raul Fortes, Rodrigo Rocha, Lero, Flavinho Assis, Erielson Marques, Rony Black, Professor Cleiton, Leuo, Rita Cássia, Seu Jorge, Ju Grisólia, Henrique Maluf, Akane, Pikachu e mais. São mais de 18 atrações confirmadas.

"A expectativa é que possamos prestar a devida homenagem ao samba, mostrando todos os talentos da cidade. O segmento nos últimos anos cresceu muito, com novos talentos e mulheres se firmando no cenário local", pontuou Raoni Ricci em entrevista ao Olhar Conceito.

O Dia Nacional do Samba não é uma data oficial e foi aprovada como lei estadual em novembro de 1962, por meio do deputado estadual Anésio Frota Aguiar em Guanabara (atual Rio de Janeiro). À época, o projeto foi vetado e só foi se tornar lei em 1964. Na Bahia, também já havia um projeto de lei que institui a mesma data para a comemoração.

“Hoje comemoramos o dia do samba. Uma data importante para manter viva a história do estilo musical que formou nossa identidade cultural. Forjado nos navios negreiros, o samba faz parte da nossa história e hoje celebramos com rodas de samba por todo o Brasil”, explicou Raoni Ricci.

O samba foi reconhecido como obra-prima do patrimônio oral e imaterial da humanidade pela  Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em 2005. O reconhecimento foi dado cerca de um ano depois de Gilberto Gil, à época Ministro da Cultura, ter afirmado que tinha o desejo do samba se tornar um patrimônio da humanidade (via Folha de São Paulo).
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet