Olhar Conceito

Sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Notícias / Saúde e Beleza

TÉCNICA JAPONESA

Fisioterapeuta explica o shiatsu: “o objetivo é fazer com que o corpo se auto-cure”

Da Redação - José Lucas Salvani

08 Mai 2021 - 10:00

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Fisioterapeuta explica o shiatsu: “o objetivo é fazer com que o corpo se auto-cure”
Profissional há quase 26 anos, o fisioterapeuta Rodrigo Bortholacci desmistificou o shiatsu, técnica de massagem japonesa com que trabalha há 30 anos, ao Olhar Conceito. Segundo o profissional, “o objetivo é fazer com que o corpo se auto-cure”.

Leia também:
Chefes de Cuiabá ensinam caldo de abóbora e escaldado cuiabano para aproveitar clima frio

“O oriental é muito preventivo. Nós ocidentais somos muito curativos. A gente espera explodir. Esperamos aquela dorzinha no ombro que está ali há cinco anos, [só quando] você não consegue mais mexer o ombro, então vai procurar [ajuda]. Lá eles tratam e cuidam para prevenir, para não ter nada”, pontua.

O shiatsu é uma técnica de massagem terapêutica japonesa, criada no final do século 19, que visa proporcionar o equilíbrio da energia que corre nos organismos dos indivíduos por meio dos meridianos do corpo. “A acupuntura trabalha com esses meridianos com a agulha. Já o shiatsu trabalha com a pressão”, explica Rodrigo ao Olhar Conceito.

“Determinados meridianos, do um ao dez, o um normalmente é um ponto se eu for apalpar em vocês pode ser que esteja dolorido. Não é minha força, é que está carregado. Quando está carregado, bloqueia a energia que tem que fluir em nosso corpo. Isso afeta não só o órgão - o pulmão por exemplo, mas [também] a sua funcionalidade e bem-estar em geral. Então qual é a função do shiatsu? Equilibrar a energia que corre em nosso organismo por meio dos meridianos”.

Há inúmeros benefícios que o shiatsu traz ao indivíduo. Rodrigo exemplifica casos em que a medicação não é bem absorvida, mas ao trabalhar a parte circulatória isso pode ser melhorado. “Não é o objetivo principal. O objetivo é fazer com que o corpo se auto-cure. A gente dá condições da energia fluir no corpo e auto-curar”, explica.

O shiatsu é composto por sessões de uma hora, realizadas semanalmente. Há casos em que a pessoa precisa fazer duas sessões em uma mesma semana, mas depende do quadro em que se encontra. Posteriormente às sessões semanais, o cliente passa a fazer quinzenalmente e mensalmente, servindo como manutenção para evitar que o problema retome.

“O shiatsu vai trabalhar no reequilíbrio do seu corpo, para que você fique bem. Depois tem a manutenção. Começa uma vez por semana, depois quinzenal, uma vez a cada três semanas até a pessoa ficar uma vez por mês para fazer uma sessão controle. Só que eu não tenho nenhum paciente que vem uma vez por mês, o máximo quinzenal. As pessoas entendem”, explica.

Rodrigo observa que nos últimos anos as pessoas andam ficando cada vez mais ansiosas e aceleradas. Há casos de aceleração em que o paciente não consegue relaxar para que a sessão de shiatsu possa começar. O fisioterapeuta explica que parte do tratamento depende de tal relaxamento.

“A pessoa fica tão ansiosa, não consegue fazer pequenas tarefas, gera frustração e começa a ficar depressiva. Se não cuidar, o quadro pode evoluir mesmo para uma depressão. É um estado depressivo, é diferente. É o estresse excessivo que a pessoa geral. Basicamente, cuido para desacelerar. Nunca atendi alguém que eu precisasse acelerar. Enfiaram na cabeça do homem que a pessoa precisa ser multi-tarefa”.

Carreira

Rodrigo fez o seu primeiro curso de shiatsu aos 18 anos e posteriormente, aos 19 anos, ingressou na faculdade. À época, ele encontrou a fisioterapia por meio de um guia de profissões e chegou a conversar com um fisioterapeuta para tirar algumas dúvidas. “Acho que é um dom mesmo. Eu não saberia ser outro profissional”.

Após oito anos de formado, foi a primeira vez que montou um consultório próprio após passar por algumas clínicas em Cuiabá. Atualmente, ele atende na Rua Doutor Luis de Castro Pereira, número 343, no bairro Cidade Alta. Para agendar uma consulta, basta entrar em contato com o número (65) 99922-9261.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet