Olhar Conceito

Quinta-feira, 13 de maio de 2021

Notícias / Literatura

Natalino Ferreira

Obras de autor cacerense serão disponibilizadas em site a partir de junho

Da Redação - José Lucas Salvani

15 Abr 2021 - 11:15

Foto: Reprodução/Divulgação

Obras de autor cacerense serão disponibilizadas em site a partir de junho
As obras do cacerense Natalino Ferreira Mendes serão disponibilizadas gratuitamente ao público em um site que está previsto para ser lançado em junho. A ação faz parte do projeto “Natalino Ferreira Mendes: um mestre da cultura mato-grossense”, que promove também o lançamento de um documentário no mesmo mês. 

Leia também:
Emanuel assina ordem para restauração da Casa de Bem-Bem; obra deve ser entregue em seis meses

No site, os leitores terão acesso às seguintes obras: História de Cáceres – História da Administração Municipal (1ª e 2ª edições); Efemérides Cacerenses (volumes 1 e 2); História de Cáceres (Tomo II) – Origem, Evolução, Presença da Força Armada; Memória Cacerense; Anhuma do Pantanal; e Pássaro Vim-vim.

Além das obras digitalizadas e documentário, o projeto ainda agrega uma obra inédita do autor, dividida em dois volumes, intitulada “Fragmentos da história cultural de Cáceres (e outros fios da memória)”. O lançamento dos livros será de forma remota, de 20 de abril a 10 de junho, em instituições, grupos e núcleos de pesquisa das Universidades e escolas públicas e particulares de Cáceres.

O mestre homenageado

Natalino Ferreira Mendes nasceu em Cáceres, no dia 3 de janeiro de 1924 e faleceu em 23 de dezembro de 2011, aos 87 anos, na sua cidade natal. Desempenhou diversas funções ao longo de sua carreira profissional. Foi diretor e professor do Instituto 11 de Março e do Colégio Estadual Onze de Março. Também foi Secretário de Administração, de Desenvolvimento Social e Chefe de Gabinete da Prefeitura Municipal de Cáceres.

O professor Natalino também foi membro da Academia Mato-Grossense de Letras, onde ocupou a cadeira 15, a qual é atualmente ocupada pela sua filha Olga Maria Castrillon-Mendes. Além disso, também foi membro do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso, e presidente de honra do Instituto Histórico e Geográfico Cáceres (IHGC).

Pioneiro ao tratar de obras sobre a história da fundação e da administração política de Cáceres, ele escreveu a cidade em prosa e em verso, além de possuir uma folha de serviços prestados à educação, ao poder público e à comunidade. O conjunto de sua obra constrói um panorama histórico e sociocultural de significativo valor documental e memorialístico, colocando Cáceres no macrossistema de representação nacional e internacional.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet