Olhar Conceito

Quarta-feira, 28 de julho de 2021

Notícias / Cinema

'Antes do Mundo Acabar'

Curta-metragem que aborda HIV e cultura drag faz sucesso em estreia no YouTube

Da Redação - José Lucas Salvani

05 Abr 2021 - 14:46

Foto: Reprodução/Divulgação

Curta-metragem que aborda HIV e cultura drag faz sucesso em estreia no YouTube
O curta-metragem “Antes do Mundo Acabar”, que estreou na última quarta-feira (31), Dia Internacional da Visibilidade Trans, fez sucesso em sua estreia no YouTube. A produção teve cerca de 700 visualizações nas primeiras 24 horas, o que equivale a duas sessões lotadas de salas de cinemas tradicionais. O filme ficou disponível ao público até o último domingo (4).

Leia também:
Adiado por conta da pandemia, filme de MT narra a história de herdeira de um fugitivo nazista

"A gente não imaginava tamanha repercussão. Nos da equipe AMA, junto da Salve Filmes e todos os artistas envolvidos, estamos em festa. É em nome de todas e todos que fizeram parte disso que agradeço e convido ao público a ficar de olhos nos passos de Antes do Mundo Acabar, porque esse é só o começo da caminhada”, declarou o idealizador do projeto, Lucas Lemos.

“Antes do Mundo Acabar” acompanha Pedro, um adolescente que mora na periferia, é gordo e vive com HIV. O jovem sonha em ter um canal no YouTube inspirado na drag queen Rita Von Hunty e conta com a ajuda do casal Geovane e Ricardo, ambos da classe média. Conforme a trama avança, surge um clima de muita parceria entre os três, dando espaço para o nascimento de uma possível paixão entre os três.

"Se fazer cinema no Brasil não é tarefa fácil, imagina em Mato Grosso. E vejo que Antes do Mundo Acabar traz esse caráter de resistência não só pelo roteiro, mas também em relação ao nosso fazer artístico nessa terra que, mesmo diante das dificuldades enormes, está sendo possível graças ao incentivo de uma lei federal e do apoio da classe artística. Mas, não devemos esquecer que medidas como essas devem ser tomadas com mais frequência, para que a classe possa ter condições sustentáveis de se manter trabalhando com o mercado artístico", completou Lucas.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet