Olhar Conceito

Domingo, 28 de fevereiro de 2021

Notícias / Comportamento

Várzea Grande recebe primeira edição do Miss Plus Size em março; inscrições abertas

Da Redação - José Lucas Salvani

13 Jan 2021 - 14:06

Foto: Reprodução

Várzea Grande recebe primeira edição do Miss Plus Size em março; inscrições abertas
O município de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, receberá sua primeira edição do Miss Plus Size, com previsão de ser realizado em março e organização dos mesmos responsáveis pela versão cuiabana do concurso. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas por meio do Instagram ou do número (65) 98118-5025.

Leia mais:
“Eu era entregadora de açaí e acordei como Miss”, afirma vencedora de concurso de beleza

Produtor de eventos e coordenador do concurso, Rodrigoh TLL Gomes revelou ao Olhar Conceito que a edição várzea-grandense do evento seguirá o mesmo padrão da versão cuiabana. “Minha intenção principal é realmente a questão do movimento mesmo. Essas mulheres recebem aulas de passarela, tem consulta com psicólogo e aulas de redes sociais. Elas recebem todo um preparo para se abrirem para o mundo”, conta.

O Miss Plus Size Cuiabá nunca restringiu para que moradores da região metropolitana da capital pudessem participar. Por isso, várias várzea-grandenses participaram das duas primeiras edições, fazendo com que Rodrigoh percebesse uma necessidade de criar uma versão do concurso para essa cidade.

Apesar de ser a primeira edição no município, Paula Martins é a atual Miss Várzea Grande Plus Size, que foi aclamada com o título em 2019. A comissão do concurso no Estado chegou a conclusão de que ela preenchia todos os requisitos necessários e optaram por aclamá-la com faixa, coroa e título.

De entregadora de açaí a Miss

A vencedora da última edição do Miss Plus Size Cuiabá, realizada em dezembro, foi Ivane Caroline Santos da Conceição, de 31 anos. Ivane já sabia da existência do concurso porque acompanhou a primeira edição por meio das redes sociais, mas quando resolveu participar entrou para a competição sem muitas expectativas. “Eu não esperava. Não vou mentir, mas não por achar que sou inferior as outras meninas, mas porque tinha muita gente boa, bonita e carismática. Eu realmente não esperava, mas estou muito feliz mesmo”.

Ela é entregadora de açaí e sempre quis ser modelo porque achava incrível ver aquelas mulheres que se enquadram como plus size estampando campanhas de moda. Com apoio total dos familiares, a miss explica que entendeu que o título vai muito além, podendo contribuir para ajudar outras mulheres que podem se identificar com ela.

“Esse concurso para mim não é só um título. Para mim é uma causa que com certeza vai abrir muitas portas e vou conseguir ajudar muitas mulheres”, explica. “O que eu posso e quero é isso: representar a mulher plus e negra. Eu estou totalmente fora do padrão. Sou plus, negra e não tenho estatura. Sou bem pequena. Sou da periferia”, completa ao Olhar Conceito.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet