Olhar Conceito

Sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Notícias / Diversão e Lazer

Diretor do Cena Onze afirma que atores só voltam aos palcos quando houver vacina contra coronavírus

Da Redação - José Lucas Salvani

02 Nov 2020 - 16:43

Foto: Marcondes Araújo

Diretor do Cena Onze afirma que atores só voltam aos palcos quando houver vacina contra coronavírus
Diretor do Cena Onze, Flávio Ferreira, revelou que os atores do grupo e estudantes da MT Escola de Teatro só voltam aos palcos para apresentações presenciais quando houver uma vacina contra o novo coronavírus. Ainda que o município de Cuiabá tenha autorizado o funcionamento dos teatros, Flávio pontua que não é possível estabelecer garantias aos profissionais, sendo a melhor opção aguardar e manter as apresentações online.

Leia mais:
Cine Teatro retoma exibição de filmes no próximo mês em sistema “híbrido” presencial e online

“O teatro que nós fazemos na MT Escola Teatro e Cena Onze é o teatro digital. Nesse momento, enquanto não houver uma vacina, nós não faremos espetáculos presenciais. (...) Vamos manter essa forma de espetáculo e aprendizado até que se tenha uma vacina. Não temos como dar garantias para os atores e atrizes se não for dessa forma”, explica ao Olhar Conceito.

Assim como em diversas companhias e coletivos teatrais, o Cena Onze e os alunos da MT Escola de Teatro estão fazendo suas apresentações de forma online. Todo o processo tem sido de grande aprendizado seja para os profissionais ou para aqueles que ainda iniciam uma carreira no teatro por meio de uma formação. Flávio pontua que as lições aprendidas valem a nível nacional e confessa que houve uma resistência inicial de se trabalhar dessa forma, mas percebe bons resultados por parte dos alunos por meio da Mostra de Cenas, realizada este ano de forma digital.

O Cena Onze pretende estar levando o formato digital para o pós-pandemia, de forma que se mescle com o presencial. A ideia é conseguir poder levar espetáculos para diversos lugares de uma maneira muito simples do que uma tradicional turnê pelo país ou, em determinados casos, pelo mundo. “Ganhou-se muito em função das ferramentas eletrônicas e plataformas que surgiram e são muito bem utilizadas. Nós vemos hoje o teatro além do presencial. O digital vai continuar. Não tem mais como se fazer sem ser assim”, conta. 

Ferreira defende que a classe artística foi a mais atingida pela pandemia do novo coronavírus. Por não poder se apresentar presencialmente, muitos perderam suas rendas. “Paramos de ter cachê. O artista vive do cachê. Houve uma perda muito grande e um sofrimento emocional que só está sendo amenizado a partir de agora, não somente pelo teatro digital, mas pela Lei Aldir Blanc, que foi uma conquista muito grande para classe”.

A Lei Aldir Blanc garantiu a destinação de aproximadamente R$ 3 bilhões para o setor cultural em todo o Brasil. De acordo com divisão feita pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o orçamento de Mato Grosso é R$ 50 milhões, sendo 50% repassado ao Estado e 50% dividido entre os municípios. Cuiabá recebeu ao todo R$ 3,9 milhões via Lei Aldir Blanc, valor que será fracionado em diversos editais.

Volta do Cine Teatro

O diretor do Cena Onze também contou ao Olhar Conceito que o Cine Teatro irá retomar a exibição de filmes nas terças-feiras, em um sistema “híbrido”, presencial e online, como também estará disponível para locação para eventos no próximo mês. O espaço já está preparado para receber o público e irá atender as medidas de biossegurança estabelecidas pelo município de Cuiabá. Na próxima semana, o Cine Teatro deve divulgar a programação completa do mês de novembro.

Os teatros e cinemas estão autorizados a atender o público desde o decreto nº 8147, publicado no último dia 14 de outubro. Com capacidade de 30%, esses espaços devem respeitar o distanciamento de 1,5 metros entre as poltronas, enquanto o público, que precisará usar máscara, irá passar por uma aferição de temperatura para entrar nas salas. O local deve ser higienizado após a realização de cada sessão e os estabelecimentos também precisam ofertar álcool em gel ao público.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet