Olhar Conceito

Sábado, 28 de novembro de 2020

Notícias / Saúde e Beleza

Método desenvolvido na Europa é eficaz para pacientes obesos e reduz até 10 kg em um mês

Da Redação - José Lucas Salvani

08 Out 2020 - 10:03

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Método desenvolvido na Europa é eficaz para pacientes obesos e reduz até 10 kg em um mês
Oferecido no Espaço Sullege Suzuki, o pronokal é um método de emagrecimento desenvolvido na França, Europa, que traz bons resultados em pacientes obesos. Em entrevista ao Olhar Conceito, a médica Mariana Suzuki (CRM/MT-7935), membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), explica que é possível perder até 10 kg em 30 dias.

Leia mais:
Cabeleireiro em Cuiabá oferece regeneração capilar com produto vegano

“Hoje a gente vive em um ambiente muito obesogênico. A procura e os alimentos hipercalóricos são cada vez mais fáceis. A gente vive em uma sociedade que tem muito preconceito e bullying - isso a gente vê muito com crianças de até 10 anos. Eu acredito que isso precisa estar muito bem posicionado a relação do comportamento, da preocupação comportamental do paciente”.

O tratamento, que é carro-chefe na clínica, é divido nas fases ativa, fisiológica e manutenção e se inicia com uma Dieta Cetogênica. Na fase inicial, o paciente se submete a seis refeições por dia com alimentos desenvolvidos para o pronokal e posteriormente as comidas comuns são reinseridas no cardápio. Em um mês, é possível reduzir até 10 kg, enquanto em 20 dias é previsto a perda de sete.

"Cada fase que vai passando, eu vou retirando um alimento e colocando outro industrializado. Depois vamos comer comida de verdade. (...) Isso é uma dieta da proteína, onde tendo cetose, que é quando se eu tiver gordura, eu a transformo em fonte de energia e começo a reduzir peso", detalha ao Olhar Conceito.

A própria doutora Suzuki testou o método e aprovou o resultado. “Antes que eu não conhecia. Na verdade, eu estou há 12 anos com ele. Eu achava tudo muito caro, que os produtos eram caros. Quando eu fiz e funcionou para mim pensei: ‘não, então agora eu vou mudar a estratégia e foi que deu muito certo’”, relata sobre sua experiência.

O pronokal é um tratamento duradouro, que precisa de um acompanhamento de dois anos, em média, para manter os resultados. Durante o processo, há o auxílio de um psicólogo visto que “são poucas pessoas que consideram [a obesidade] como doença. (...) A gente precisa justamente de um psicólogo fazer toda essa parte de acompanhamento até para ele entender sua situação”.

Nova tecnologia

Em novembro, o Espaço Sullege Suzuki irá oferecer aos seus pacientes um tratamento com o aparelho CMSlim, que promove 20 mil contrações musculares em 30 minutos. Entre os principais benefícios, há o fortalecimento muscular e a redução de gordura.

“Agora estamos vindo com essa máquina nova que se chama CMSlim, que é uma tecnologia para trabalhar músculo. Em 30 minutos, eu consigo fazer 20 mil contrações musculares, algo que nenhuma atividade física vai nos oferecer”, explica ao Olhar Conceito. “Muitas vezes esse paciente obeso está com a qualidade e densidade do osso fraco. Essa máquina que a gente está trazendo é realmente pensando nesse público, nessa questão de fortalecimento muscular”, detalha.

Apesar dos resultados, a médica alerta que o aparelho, também recomendado para pessoas idosas, não substitui academia por trabalhar com regiões específicas do corpo. CMSlim é um estimulador muscular que utiliza a tecnologia High Intensity Electromagnetic Muscle Trainer (HI-EMT) e provoca mais de 20 mil contrações por 30 minutos. O procedimento desencadeia a liberação de ácidos graxos livres que resultam na quebra de depósitos de gordura, aumentando a força muscular e o tônus.

É recomendado ao paciente faça oito sessões, de 2 a 3 vezes por semana; a previsão de melhorias acontece por volta da sexta sessão. O CMSlim é recomendado para o tratamento de musculos do abdomen, glúteos, biceps, triceps, panturrilha e posterior, e anterior de coxa.

Obesidade durante o covid-19

Suzuki também alerta sobre estar obeso em tempos de pandemia. Um pesquisa do Obesity Research & Clinical Practice (via Metrópolis), coordenada por Silvia Sales-Peres, da Universidade de São Paulo (USP), chegou a conclusão que 9,4% dos obesos infectados pelo novo coronavírus morreram. O estudo analisou dados de 6.577 pacientes da China, França, Espanha, Itália e Estados Unidos.

Considerada uma comorbidade para a piora do covid-19, a obesidade causa complicações com diversas doenças, mas é possível se previnir fazendo a redução de peso em apenas 10%.

“Muitas pessoas pensam assim, ‘se eu fizer uma alimentação nesse momento ou antes, minha imunidade não vai abaixar?’ Não, porque o obeso já tem a imunidade baixa. Muito pelo contrário, estudos afirmam que se reduzir 10% eu já consigo tirar ele do fator de risco para a complicações de qualquer doença”.

Serviço

Espaço Sullege Suzuki
Rua João Bento, 170 - Quilombo, Cuiabá.
Telefone para mais informações e agendamento: (65) 3023-3706 ou (65) 99231-3366 (whats).
Instagram: @marianaendosuzuki

Atualizada às 12:21.
 

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet