Olhar Conceito

Sábado, 22 de janeiro de 2022

Notícias | Artes visuais

Warner ganha nos tribunais os direitos sobre o Superboy

Com o fim do processo judicial que as herdeiras de Jerry Siegel moviam contra a Warner Bros. e a DC Comics pelos direitos de Superman, vencido pelo estúdio e pela editora, a WB agora pode fazer uso também do Superboy.

A decisão foi anunciada ontem pelo juiz Otis Wright III. Ele entende que um acordo esboçado em 2001 entre as herdeiras e o estúdio - que serviu para dar a vitória à Warner no caso do Superman - vale também para o Superboy. As duas partes brigavam desde 2007 pelos direitos sobre a HQ de 1943 que apresentou a versão jovem do Homem de Aço - e que foi polêmica desde sua concepção, já que a DC aproveitou que Jerry Siegel estava servindo a Marinha fora do país para publicar a HQ sem sua permissão.

Por anos, a Warner Bros. tentou utilizar Superboy sem ferir o processo que tramitava. É por isso que não há menções ao nome "Superboy" na série de TV Smallville, por exemplo (que por si só foi motivo de outro processo das herdeiras, em 2004, hoje também derrotado nos tribunais).
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet