Olhar Conceito

Notícias / Política Cultural

Secretário anuncia edital para contratação de artistas e cestas básicas em meio à pandemia

Da Redação – Fabiana Mendes

04 Abr 2020 - 15:01

Foto: Mayke Toscano

Secretário anuncia edital para contratação de artistas e cestas básicas em meio à pandemia
O secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec, anunciou um edital para contratar serviços de artistas, que serão transmitidos por meio de redes sociais. A medida se deve ao momento da pandemia do novo coronavírus e o fechamento dos bares, restaurantes e casas de shows em Mato Grosso. Recente pesquisa realizada pelo Movimento de Artes Cênicas de MT mostrou que pelo menos 56% dos artistas não têm outra fonte de renda e estão desamparados durante a quarentena.

Leia mais:
56% dos artistas não têm renda na quarentena; Secel garante R$300 mil para todos os segmentos

“Já conversamos com o governador, nossa equipe montou um edital para fazer o cadastramento dos artistas e contratar serviços, por meios digitais, para que possamos ter apresentações culturais, debates, oficinas e palestras apresentadas em nosso smartphones, para que a gente possa assistir em casa, consumir nesse momento de dificuldade”, afirmou.
 
Além disso, será ofertada cestas básicas para os artistas de vários segmentos culturais. “Na frente de arrecadação de alimentos no programa da nossa primeira-dama, Virginia Mendes, que é o ‘Vem Ser Solidário’. Vamos aderir ao programa e fazer dos nossos espaços, pontos de arrecadação, tanto em Cuiabá e Várzea Grande, quanto nos pontos de cultura no interior para que a gente possa localizar o artista que está passando por um momento de dificuldade, para receber uma cesta básica, um donativo”, acrescentou.
 
Kardec pontuou que a Pasta irá fornecer um selo ‘Amigo da Cultura’ para o empresário ou político que investir em qualquer segmento e ajudar artistas que não conseguem trabalhar devido a Covid-19. “Vamos incentivar os empresários, as pessoas que tem condição de fazer essa ajuda agora”.
 
Assim como estabelecimentos de Cuiabá que passaram a vender ‘voucher’ para o consumo futuro, o secretário disse que será ofertado o programa de ingresso solidário, com pagamento antecipado. “Através de um cadastramento, você poderá contratar um artista, uma apresentação, pagar antecipado e receber esse serviço depois. Vamos colocar esses artistas à disposição da sociedade através das nossas plataformas, site, redes sociais”, explicou.

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Aretana Arruda Campos
    09 Abr 2020 às 11:05

    Artista é uma profissão como outra qualquer : tem engenheiro bom e trabalhador que trabalha e ganha bem o tempo todo e tem engenheiro ruim e preguiçoso que vive desempregado o mesmo acontece com médicos, jornalistas, professores, diaristas, faxineiros e também os artistas. Se o governo do Estado se prestar a um absurdo desses que esse secretário está dizendo, será uma injustiça com todos os cidadãos trabalhadores do estado. É simples: os artistas que não tiverem uma reserva para passar essa crise, recorram ao programa de ajuda do governo federal. Simples assim.

  • Jose
    05 Abr 2020 às 09:59

    Muito Bom e nos pobres artista que temos que se virar para pagar as contas como fica nobre Secretário?

  • Cidadã
    05 Abr 2020 às 07:01

    Pão e circo.

  • azar o meu
    04 Abr 2020 às 21:24

    Parabéns pela iniciativa, a área artistica ta realmente bastante prejudicada com essa situação. A área de Eventos em Cuiabá, enorme por sinal, esta no zero. Porém, seria importante observar os contratos vigentes que estão atrasados há uns 5 meses, tem pequena empresa da área de eventos com contrato sem receber. Se pagasse pelo menos 2 dos atrasados ja ajudaria. Não é ?

  • CLAUDIO JOSE SONEGO
    04 Abr 2020 às 20:36

    Não acredito no que estou vendo.Será que quem vive da arte não tem uma reserva para se manter pelo menos por 30 a 60 dias? Tem tantas outras classes sociais com muito mais necessidades que nem se quer são lembradas.Tem gente desempregada a meses e não há um programa para essas pessoas.

  • Marcio Eça
    04 Abr 2020 às 19:00

    Contratar os professores interinos não pode né.

  • Michele
    04 Abr 2020 às 16:59

    Artistas???? Kkkkkk Dá uma enxada pra cada

Redes Sociais

Sitevip Internet