Olhar Conceito

Quinta-feira, 04 de junho de 2020

Notícias / Leandro Freire - Nutricionista

Nutricionista dá dicas de alimentação e fitoterápicos para lidar com a 'fome emocional'

Leandro Freire

31 Mar 2020 - 10:40

Foto: Reprodução / Ilustração

Nutricionista dá dicas de alimentação e fitoterápicos para lidar com a 'fome emocional'
Nesse momento em que fomos obrigados a permanecermos reclusos em nossas residências, mudarmos drasticamente nossa rotina de trabalho, convívio social e até atividades físicas em academias, parques, box de cross fit, etc., nos deparamos dentro de casa, ociosos e ansiosos, comendo em excesso... essa forma de descarregar na comida toda essa tensão e ansiedade podemos chamar de ‘fome emocional’.

Leia também:
Nutricionista dá dicas de quais alimentos ajudam a acabar com a celulite

A fome emocional não é um transtorno, mas sim um comportamento momentâneo de fundo psicológico comportamental, onde, nos momentos de sentimentos ruins, frustrações e ociosidade buscamos sentir sensações momentâneas agradáveis, buscando alivio e conforto na comida.

Essa sensação de prazer se encontra na hora do ato alimentar, porém, posteriormente ao bem-estar, pode ocorrer um grande sentimento de culpa. Podemos então citar alguns sintomas de fome emocional:

Não conseguir controlar o impulso de comer
Comer sem ter fome física
Sentir muito prazer ou muito alivio após comer
Arrependimento após comer
Sensação de estofamento gástrico (plenitude): aquela sensação de “ufa, comi demais”
Comer como forma de recompensa
Comer por estar triste, por estar alegre demais , por estar preocupado(a)
Sentir fome repentina em situações difíceis.

Então, o que fazer para ajudar nesse período crítico de quarentena que estamos vivendo, minimizar a ansiedade e evitar a fome emocional?

Quando o assunto é nutrição, podemos inserir em nossa alimentação alguns alimentos que ajudam a aliviar esses sintomas de ansiedade. São eles:

- Frutas cítricas: a vitamina C, presente nas frutas cítricas, diminui a secreção de cortisol, hormônio liberado pela glândula adrenal em resposta ao estresse e à ansiedade e responsável por transmitir a notícia de estresse para todas as partes do corpo. Seu consumo promove o bom funcionamento do sistema nervoso e aumenta a sensação de bem-estar.
 
- Leite, ovos e derivados magros: Eles são uma ótima fonte de um tipo de aminoácido, o triptofano, que alivia os sintomas de ansiedade. Uma vez no cérebro, o triptofano aumenta a produção de serotonina, o hormônio da felicidade, que é um neurotransmissor capaz de relaxar e dar sensação de bem-estar.

- Banana: Alivia a ansiedade pelo alto teor de triptofano que possui, ajudando na produção de serotonina,um neurotransmissor importante no processo do sono, do humor e que regula os níveis de ansiedade.

- Carnes e peixes: Eles são a melhor fonte natural de triptofano, aminoácido que em conjunto com a vitamina B3 e o magnésio produzem serotonina. Além disso, as carnes e peixes contêm outro aminoácido chamado taurina, esta substância aumenta a disponibilidade de um neurotransmissor chamado GABA, que o organismo usa para controlar fisiologicamente a ansiedade.
 
- Chocolate amargo: rico em flavonoides, um tipo de antioxidante que favorece a produção de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar e que melhora o humor, reduzindo a sensação de ansiedade.
 
- Espinafre: contém folato (ácido fólico), que é uma potente vitamina antidepressiva natural, combate a ansiedade.
 
Além dessa lista de alimentos que auxiliam, temos em nossas mãos, com uma resposta mais rápida no controle a ansiedade e nos distúrbios causados por ela, a fitoterapia, um grande aliado na prevenção, no tratamento, no alívio e cura de várias doenças.
 
Então, como aliado no controle da ansiedade e suas distúrbios, cito abaixo alguns fitotépicos que podem ajudar muito nesse período de quarentena. São eles:
 
Melissa, ou Melissa officinalis – Também conhecida como erva-cidreira, tem óleos essenciais que acalmam levemente. Formas de consumo: seu chá é a mais popular.

Camomila, ou Matricaria recutita – Esse tipo de camomila tem efeito calmante. 
Erva-de-são-joão, ou Hypericum perforatum – É a mais eficiente para combater a depressão. 

Passiflora, ou Passiflora incarnata – Essa espécie de maracujá ajuda a controlar crises de ansiedade e depressão. 

Valeriana, ou Valeriana officinalis –  usada em casos de insônia por seu efeito tranquilizante e relaxante, a planta possui efeito sedativo, calmante, antiespasmódico, sonífero, relaxante e anticonvulsionante.

Mulungu, tem ação calmante, antiasmática, analgésica, diurética, expectorante, hipotensiva, sedativa, tranquilizante, antidepressiva, hepatoprotetora, hipotensiva, antibacteriana, antiespasmódica, tônica e anti-inflamatória.

Ashwagandha  pode ajudar a reduzir as reações de estresse, inclusive a ansiedade e a tensão, enquanto também oferece uma melhoria em termos de energia física durante momentos de estresse.

Sce!etium tortuosum (Zembrin) oferece benefícios significativos na melhora do humor e bem-estar físico e mental, melhora da ansiedade e aumento da função cognitiva em pessoas saudáveis que sofrem de transtorno alimentar, ansiedade, tensão e TPM, prevenindo assim os efeitos deletérios que estes distúrbios químicos possam ocasionar.

Grifonia Simplicifolia usada no tratamento de distúrbios emocionais, com ação antidepressiva e vem se demonstrando uma excelente alternativa a tratamentos para perda de peso, graças à sua capacidade de liberar serotonina, substância responsável pela sensação de bem-estar, evitando assim a ingestão indevida e compulsiva de alimentos que possam nos trazer prazer, como doces, carboidratos e outros que contenham um alto índice calórico.Esses são apenas alguns fitoterápicos que podem te ajudar a combater a ansiedade sem usar medicamentos controlados - que podem trazer efeitos colaterais e a dependência se usados de forma indiscriminadas sem orientação médica.

Existem vários outros além desses citados acima, porém, todos devem ser utilizados com orientação de um profissional capacitado que irá ajustar a dosagem e a forma correta de utilização, de acordo com suas necessidades e individualidades.

Aproveite esse momento de quarentena em razão do Covid -19, em que os profissionais estão atendendo de forma não presencial, fazendo consultas de maneira online, e ajuste suas reais necessidades nutricionais e fitoterápicas para esse momento.

O cuidado com a saúde exige responsabilidade. Não seja omisso, não fique sedentário e não exagere na alimentação nesse período. Lembre-se que tudo isso irá passar, e se fizer coisas erradas nesse momento, elas podem colocar sua saúde física e emocional em risco.

Abraço!


Dr. Leandro Freire Santana
Nutricionista
CRN1 8331

Redes Sociais

Sitevip Internet