Olhar Conceito

Sábado, 16 de janeiro de 2021

Notícias / Música

Argentino escolheu Cuiabá como lar e faz sucesso com músicas latinas no Pancho Villa

da Redação - Isabela Mercuri

20 Fev 2020 - 09:45

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Argentino escolheu Cuiabá como lar e faz sucesso com músicas latinas no Pancho Villa
Faz dezessete anos que Hernán Ovejero deixou Buenos Aires com o sonho de conhecer novos lugares por meio da música. Instalou-se primeiro em Florianópolis, mas desde 2013 escolheu Cuiabá como casa, e hoje faz sucesso cantando músicas latino-americanas no restaurante Pancho Villa.

Leia também:
Conhecido erroneamente como oriental, ‘ceviche’ peruano entra no cardápio fixo no Pancho Villa

Ele começou a cantar aos seis anos de idade. Na família, alguns tios também o faziam por hobby, mas ele conta que o início foi espontâneo. “Eu comecei sozinho, mas depois fui aprendendo com meus tios e meus amigos. Aos dez anos fui estudar música”, lembra. Hernán,além de cantar, toca violão, baixo e trompete.

Na Argentina, trabalhou por anos como músico, e rodou o país acompanhando cantores de renome, como Raul Parma e Tamara Castro. Foi em 2003 que decidiu mudar para o Brasil para cantar com uma dupla. “Ficamos de 2003 a 2006 em Floripa. Depois fomos para a Espanha, fizemos uma turnê de quatro meses e voltamos para o Brasil”.

Já com outra dupla, gravou um DVD de músicas latino-americanas em 2012, um ano antes de se mudar para Cuiabá. “A primeira vez que eu vim para Cuiabá foi em 2011, ia ficar quatro meses, mas fiquei seis. Gostei daqui, gostei do povo daqui”, afirma. “Tenho muitos amigos aqui. Eu morei dez anos em Floripa e cinco aqui, mas tenho mais amigos aqui do que em Floripa. Também não são todos cuiabanos, tem de tudo aqui, tem uma mistura de culturas aqui em Cuiabá”.



Na capital mato-grossense, cantou com a antiga dupla durante quatro anos no El Pancho, e chego a gravar um álbum de canções autorais. Quando a casa fechou, mudou-se para a Bahia e começou a cantar sozinho. Voltou a Cuiabá para se tornar sócio-proprietário (além de músico fixo e oficial) do Pancho Villa.

Na casa, ele se apresenta sozinho às segundas e quartas, com o percursionista Josué Carvalho às sextas e sábados, e esporadicamente com um sanfoneiro e um trompetista. No repertório estão músicas latino-americanas de todo tipo, como bolero e cha cha cha. As que mais levantam o público, segundo o artista, são os clássicos ‘Volare’, ‘Vivir Sin Aire’, ‘Corazón Espinado’, ‘Corazón Partío’ e ‘Mercedita’. De vez em quando, ele até arrisca algo em português, como ‘Galopeira’.

Recentemente, Alejandro Sanz, cantor de ‘Corazón Partío’, compartilhou em suas redes sociais um vídeo de Hernán cantando sua música, o que foi uma surpresa para o argentino. Agora, ele pretende seguir na carreira ‘solo’. “Estou gostando também de cantar sozinho. É mais cansativo, porque tem que animar a galera, levar sozinho, mas eu toco violão, então isso também facilita para levar à frente o show”, explica. Quem quiser assistir às apresentações de Hernán, basta jantar no restaurante Pancho Villa.



Serviço

Pancho Villa
Hora: 18h às 23h
Onde: Rua General Ramiro de Noronha, 674, Duque de Caxias, ao lado do Batalhão 44.
Instagram: @pancho_villa_cuiaba

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet