Olhar Conceito

Segunda-feira, 09 de dezembro de 2019

Notícias / Tecnologia

'Simininas' aprendem programação digital em novo programa da Prefeitura de Cuiabá

da Redação - Isabela Mercuri

21 Nov 2019 - 17:00

Foto: Vicente Aquino

'Simininas' aprendem programação digital em novo programa da Prefeitura de Cuiabá
Vinte e nove meninas receberam, na última terça-feira (29), o certificado do programa ‘Siminina Digital’ das mãos da primeira-dama Márcia Pinheiro. O programa, realizado em parceria com a Universidade de Cuiabá (Unic)- campus Barão, teve em 2019 aulas de ‘lógica de programação’, oferecidas pela empresa Happy Code.

Leia também:
Prefeitura de Cuiabá inaugura primeira sala de ballet do programa Siminina

“O propósito da Happy Code é, ao ensinar as meninas a programar, apresentar para elas um universo onde possam protagonizar na tecnologia e não ser somente usuário. É desenvolver o raciocínio lógico para criar soluções que podem transformar o mundo”, explica o proprietário Anderson Caparróz. As aulas são oferecidas depois que elas já concluíram a ‘informática básica’.

O Siminina Digital foi criado em 2018, quando a primeira-dama Márcia Pinheiro passou a receber cartas escritas pelas meninas que passariam a completar 14 anos e, consequentemente, deixar o programa – que só atendia garotas de 7 aos 14 anos.

“Eu recebi essas cartas e me sensibilizou o que estava escrito na maioria delas. As meninas não queriam deixar o programa e pediam para ficar porque adoram estar no programa. Foi então que pensamos em algo para estender a faixa etária de forma que contribuíssem para elas pouco mais a frente quando fossem brigar por alguma vaga no mercado de trabalho”, lembra.

A parceria do programa com a Unic é dirigida pelo coordenador do curso de Engenharia da Computação, Marcos Senna, que faz o intermédio com os alunos de graduação. “Eu fiz uma promessa à primeira-dama de que meus alunos não iriam apenas qualificar as simininas. Capacitar qualquer lugar capacita, então a nossa ideia e nosso propósito é deixá-las diferenciadas. Quando eles saem das casas deles para se deslocarem até o Siminina, deixam de fazer outras coisas como estudar, trabalhar, para ceder o tempo para as meninas, e isso é uma satisfação enorme”, afirma.

O Siminina já existe há mais de 20 anos, mas, de acordo com a assessoria, ganhou uma nova roupagem na atual administração da Prefeitura de Cuiabá, deixando de ser apenas uma local recreativo para os pais deixarem as filhas no dia a dia, e passando a ser um centro multidisciplinar de aprendizagem com aulas de ballet, dança regional, judô, fanfarra, plantio de hortifrúti, inglês, alfabetização e outros.  

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet