Olhar Conceito

Quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Notícias / Dr. Elson Adorno - Cirurgia Plástica

Cirurgião explica como funciona a bioimpedância para acompanhamento do corpo saudável

Dr. Elson Adorno

22 Out 2019 - 08:16

Foto: Reprodução / Tua Saúde

Cirurgião explica como funciona a bioimpedância para acompanhamento do corpo saudável
Atualmente diversos especialistas acompanham os paciente para atingir o corpo ideal, primeiro buscando uma vida mais saudável sem doenças e segundo, melhorando a estética e auto-estima dos pacientes.

Leia também:
Médico explica como conseguir a harmonia do nariz sem cirurgia

Além da avaliação física e medidas corporais existem diversas tecnologias no mercado que nos auxiliam neste acompanhamento e tratamento. A bioimpedância é um dos aparelhos mais utilizados neste processo.

Além da avaliação da composição corporal, de líquidos, massa magra e massa gorda, a bioimpedância faz um escaneamento corporal, com avaliação nutricional, a quantidade de proteínas, de minerais ósseos e não ósseos. Assim, conseguimos obter um ponto de saúde para o paciente e orientar a alimentação e a suplementação, quando necessária, de maneira individualizada.

Com o avanço e modernização dos aparelhos, conseguimos detalhar ainda mais a porcentagem de massa magra e gordura por segmentos, dividindo o corpo em cinco cilindros (tronco, membro superior direito, membro superior esquerdo, membro inferior direito e membro inferior esquerdo). Um diferencial das máquinas mais modernas.

Na cirurgia plástica sempre acompanhamos o paciente com a bioimpedância, principalmente em cirurgias de contorno corporal (Vibrolipoaspiração, Abdominoplastia e Mamoplastias).

Sempre orientamos que oscilações e alterações na composição de gordura corporal podem fazer com que o paciente perca o resultado cirúrgico. Antes de fazer a sua bioimpedância certifique que ela consiga avaliar seu corpo por segmentos conforme a figura abaixo, individualizando mais o seu caso permitindo que seu médico consiga um melhor planejamento para seus objetivos.


Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

*Elson Adorno é especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e em Cirurgia Plástica pelo MEC, preceptor do Programa de Residência Médica De Cirurgia Plástica do Hospital de Base de Rondônia, docente do curso de medicina do UNIVAG, diretor e coordenador do curso Advanced Trauma Life Support-ATLS, Núcleo Campo Grande/Cuiabá; instrutor do curso Pré Hospital Trauma Life Support, Núcleo Campo Grande; instrutor do curso Disaster Management and Emergency Preparedness Course- DMEP, Núcleo USP/HC-São Paulo e Instrutor do Curso Nacional de Normatização de Atendimento ao Queimado-CNNAQ.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet