Olhar Conceito

Sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Notícias / Diversão e Lazer

Energisa oferece dia de diversão para crianças do projeto 'Semente Ribeirinha'

Da Redação - Isabela Mercuri

11 Out 2019 - 15:42

Foto: Divulgação

Energisa oferece dia de diversão para crianças do projeto 'Semente Ribeirinha'
A Energisa Mato Grosso realiza, neste sábado (12), Dia das Crianças, uma manhã de diversão para 120 crianças do ‘Semente Ribeirinha’, projeto da Associação Cultural Flor Ribeirinha. Na atividade, haverá pipoca, picolé, cama elástica, piscina de bolinhas, pintura no rosto, esculturas de balões, quebra cabeças, danças e brincadeiras. Além disso, colaboradores e voluntários da Energisa arrecadaram brinquedos para as crianças, que serão entregues no evento.

Leia também:
Cuiabana fica em 5º lugar entre 800 mil estudantes em Olimpíada de Matemática​

"Quando conhecemos mais do 'Flor Ribeirinha' e notamos o envolvimento das crianças, surgiu essa ideia de fazer um dia especial. Esse é um trabalho maravilhoso, que vai além da dança, um projeto social que busca o resgate, manutenção e divulgação da cultura popular cuiabana", conta o diretor presidente da Energisa Mato Grosso, Riberto José Barbanera. Segundo ele, a ação é uma iniciativa da empresa para valorizar a cultura Mato-grossense.

Para o diretor artístico do Flor Ribeirinha e  coordenador de atividades "Semente Ribeirinha", Aviner Augusto, a iniciativa da Energisa, fortalece ainda mais a associação. "Esse apoio veio em um momento muito importante na trajetória do projeto, fortalece a participação dos instrutores que são voluntários, mas que a partir de agora recebem um apoio financeiro e auxilia na capacitação do 'Flor Ribeirinha'. Além disso, está movimentando nosso quintal e comunidade e deixou as atividades mais sólidas. Esse apoio está mudando a realidade do projeto e todos que fazem parte dele. E para sábado as expectativas estão bastante animadas para as crianças e seus pais.", ressalta.

O projeto ‘Semente Ribeirinha’ oferece aulas gratuitas de siriri, dança típica da cultura popular do Estado, para crianças de 02 a 12 anos da comunidade e bairros da região. Os participantes também aprendem conceito sobre preservação ambiental, os motes da vida ribeirinha e artesanato por meio da cerâmica.

"Esse é o nosso projeto xodó, fundamental para a preservação da nossa cultura. Elas têm a oportunidade de desenvolvimento cognitivo, motor e afetivo. Trabalham a identidade cultural da comunidade e ainda levam as informações para a escola. Além das aulas também participam de apresentações culturais o que é muito motivador. Realizamos os encontros sempre aos sábados. E todos os semestres abrimos inscrições", conta Aviner.

Flor Ribeirinha

A Associação Cultural Flor Ribeirinha foi idealizada e fundada pela Mestre da Cultura Domingas Leonor da Silva, e trabalha há mais de 26 anos no resgate, manutenção, proteção e difusão da cultura popular, sobretudo o Siriri e Cururu, bem como com outras formas de expressão da cultura regional em todo o estado.

Atualmente, o projeto realiza várias atividades, o carro chefe é o "Flor Ribeirinha", que desenvolve a divulgação popular mato-grossense por meio das apresentações; o "Sementinha Ribeirinha", voltado ao público infantil;e, o "Flor da Idade", que desenvolve atividades de dança regional, auxiliando na qualidade de vida dos idosos; e o "Vivência para Dançarinos", direcionado para pessoas que querem conhecer de perto o trabalho e que talvez queiram vir fazer parte do grupo.

"Além dessas ações, realizamos agora a capacitações dos integrantes do 'Flor Ribeirinha' para potencializar os processos artísticos do grupo, principalmente devido o apoio da Energisa. Para tanto procuramos desenvolver cada indivíduo, com aulas de técnica e preparação vocal, dança de salão, treinamento olímpico, preparação física. E ainda aberto a comunidade o 'FIT Dance', uma aula de dança contemporânea que ajuda na preparação física do grupo e da comunidade. Cerca de quase 400 pessoas estão envolvidas nos diversos projetos", explica Avinner.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet