Olhar Conceito

Domingo, 15 de setembro de 2019

Notícias / Comportamento

Campanha de arrecadação para vinda de elefanta chilena só tem 23% do valor necessário

Da Redação - Isabela Mercuri

10 Set 2019 - 10:57

Foto: Divulgação

Campanha de arrecadação para vinda de elefanta chilena só tem 23% do valor necessário
A campanha de arrecadação de fundos para trazer a elefanta Ramba do Chile para o Santuário de Elefantes Brasil, em Chapada dos Guimarães, já está na reta final. No entanto, o valor arrecadado corresponde a apenas 23% do necessário. A meta é de R$250 mil. Para a viagem, é necessário uma caixa especial de transporte, além dos custos aduaneiros do envio e a passagem que será paga à companhia aérea.

Leia também:
Primeira elefanta morre quase três anos após chegar ao Santuário em Chapada dos Guimarães

Ramba foi comprada em 1980 na Argentina e levada para vários circos onde vivia acorrentada e era forçada a obedecer a ordens e participar das apresentações. Em 2012, a ONG chilena Ecópolis soube que a elefanta estava no Chile com um circo, e começou uma campanha para resgatar o animal. Após conseguirem uma ordem judicial, Ramba foi removida do circo e levada ao Parque Safári Rancágua, onde permanece em um pequeno celeiro até hoje.
 
Hoje, além de sofrer com os invernos rigorosos no Chile, é uma elefanta solitária, possui abscesso recorrentes na pata dianteira e tem comprometimento renal e hepático, necessitando de dieta e suplementação adequada. Seu recinto no zoológico Parque Safári é inadequado, e, como agravante, em função de ampliações que estão sendo realizada, a passagem de água natural para o recinto de Ramba, foi cortada.
 
Devido à localização do Parque Safári, em Rancágua, no Chile, atrás da Cordilheira dos Andes, é necessário trazer Ramba de avião. A caixa de transporte já foi construída no SEB, para o transporte das primeiras habitantes, Maia e Guida, em 2016. No entanto, é necessário reformar seu teto, reduzindo a altura em cerca de dez cm, para que caiba no avião.

Em seguida, a caixa será enviada por caminhão até o Parque Safári, para o processo de adaptação de Ramba. Durante esse processo, são oferecidos alimentos dentro da caixa, e o elefante pode entrar e sair dela sempre que desejar. O tempo desse processo dependerá unicamente de Ramba – com Maia e Guida, por exemplo, foram apenas 3 dias.

No dia da viagem, a caixa será içada por um guindaste, colocada em uma carreta de transporte e levada por terra por cerca de 97 km até o aeroporto de Santiago, para embarcar no voo rumo ao Brasil. Em solo brasileiro, Ramba seguirá em um caminhão até o SEB, no Rio da Casca – Chapada dos Guimarães, MT, sempre escoltada por nossa equipe e pela Polícia Rodoviária Federal.

Até o momento, foram arrecadados pouco mais de R$61 mil. A campanha possibilita doações a partir de R$10, e tem recompensas - como camisetas e ter o seu nome ‘colado’ na caixa de transporte de Ramba, por meio de um adesivo – para quem der acima de R$120.
 
É possível doar pelo SITE, ou depositar diretamente na conta:

Associação Santuário de Elefantes Brasil
CNPJ: 21.222.762/0001-02
Caixa Econômica Federal (banco nº 104)
Agência: 1813
Conta Poupança: 00018596-0
Código da operação: 013 (conta poupança)
 
Mais informações AQUI.

12 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • rosa maria
    11 Set 2019 às 16:12

    Quanta gente mal amada! Por isso vivem não prosperam na vida. Bando de egoístas. 1 real ou 5 real de doação não deixa ninguém mais pobre. E até parece que ajudam a natureza do Brasil ou outros humanos que precisam. Fazer o bem sem olhar a quem!

  • TEDA
    11 Set 2019 às 13:40

    A POUCO NA NET UM CIDADÃO CRIOU UMA CONTA PRA DOAÇÃO EFAZER O TRATAMENTO DO FILHO, DEPOIS APARECEU ELE NOS ESTADOR UNIDOS GASTANDO O DINHEIRO, VAMOS TER CUIDADOS COM ESTAS DOAÇÕES HOJE EM DIA

  • Ronan Branches.
    11 Set 2019 às 10:52

    Se fosse para leva-los de volta para a Africa,ou India,sei lá,de onde foi sequestrada. Eu ajudaria. O seu santuário,com certeza é a sua casa, e animais de sua espécieis. Pobre elefantes!! Se eles falassem,com certeza! pederia para voltar pra sua casa.(Habitat).

  • TEDA
    11 Set 2019 às 09:36

    se depender de mim pode ficar por la mesmo, tantos animais da nossa fauna presisando de cuidados, trazer um animal de outro pais, sera que tem alguem levando algum por fora?

  • deovaldo
    11 Set 2019 às 08:50

    Lugar de elefante é na áfrica e não no brasil,,,mas ong pedindo dinheiro e povo otário doando,,,eita povinho sem jeito esse hein...sangues sugas fdp

  • augusto cuiabano
    10 Set 2019 às 23:39

    kkkk 250 mil?!?! Como diz o ditado que um amigo meu sempre fala, "Bobo não acaba, só raleia".

  • Amando Junior
    10 Set 2019 às 16:20

    "Celeste", deixa de falar "melda", doa quem quer. Se não doou, recolha-se a sua insignificante vida solitária.

  • Maria da Conceição Almeida
    10 Set 2019 às 14:10

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Chico Bento
    10 Set 2019 às 14:09

    O povo sem dinheiro, o governo quebrado, ainda querem arrumar mais despesas? Por que não o mandam para a Índia, África, Birmânia ou outro país onde há seu habitat natural?

  • Dinho gigolô
    10 Set 2019 às 13:59

    Ta achando que o dinheiro do povo é capim pra bancar viagem de elefante. Pede pra essas ONGs que so tem desocupados bancar isso ai.

Redes Sociais

Sitevip Internet