Olhar Conceito

Domingo, 28 de novembro de 2021

Notícias / Saúde e Beleza

Método Joana Medrado

Método de drenagem linfática Joana Medrado promete resultado imediato com perda de medidas no mesmo dia

Da Redação - Thaís Fávaro

08 Ago 2019 - 14:15

Foto: Rogério Florentino/ Olhar Direto

Método de drenagem linfática Joana Medrado promete resultado imediato com perda de medidas no mesmo dia
Uma nova técnica de drenagem linfática tem agradado as mulheres na capital. O método desenvolvido pela fisioterapeuta Joana Medrado e aplicado pela também fisioterapeuta Mariana Jacarandá, na Clínica Luvittê, em Cuiabá, apresenta resultado significativo e instantâneo na redução de medidas e eliminação de inchaço. A técnica é aplicada em todo o corpo e também no rosto, que causa o efeito de rejuvenescimento. “Já teve paciente que saiu daqui com menos 4 cm de medida já na primeira sessão”, afirma Mariana.
 
Leia mais
Dermatologista explica processo de perda dos pilares de sustentação da face
 
A drenagem linfática é um procedimento que auxilia o bom funcionamento do sistema linfático, que é responsável por expelir as impurezas do corpo. Por ser um sistema lento e de baixa pressão, ele não tem um órgão que bombeie o liquído e ajude na eliminação dessas impurezas. O mau funcionamento do sistema linfático acarreta no inchaço, na retenção de líquido e gera acumulo de toxinas.

A fisioterapeuta Mariana Jacarandá, responsável por aplicar a técnica na Clinica Luvittê, em Cuiabá, há cerca de três meses, afirma que o método tem conquistado as clientes e se destacado entre os procedimentos na clínica, exatamente por mostrar o resultado já no fim da primeira sessão. “A drenagem linfática de certa forma, ajuda a jogar esse lixo do nosso corpo para fora, o resultado é imediato porque tira esse inchaço”, afirma Mariana.



“Aqui em Cuiabá essa técnica é nova, mas essa massagem já é antiga, a Joana começou a dar cursos há pouco tempo porque a agenda dela começou a ficar cheia e ela começou a atender 40 clientes fixas por mês então ela decidiu ir passando o conhecimento à diante, ainda são poucas profissionais aqui na capital que trabalham com esse método e as clientes amam”, diz.



Mariana explica que o resultado não é permanente e que se trata de um tratamento onde é preciso também cuidar da alimentação e fazer exercícios regularmente. O efeito da drenagem permanece visivelmente por cerca de 48 horas. 



“O que sai é o inchaço, pra quem tem uma festa para ir, quer usar uma roupa mais justa e está se sentindo insegura, pode fazer a drenagem tranqüila e ir para a festa no mesmo dia que todos vão reparar na diferença. A massagem resolve toda a questão do inchaço, ela não é para tirar gordura localizada, é só para retenção de líquido”, conta.


 
A drenagem não tem nenhuma contra indicação e pode ser usada em pacientes menores de idade (que tenha entrado na fase da puberdade), em gestantes, pós-operatório de cirurgia plástica, indicação médica para casos de má circulação e problemas renais, pacientes em tratamento oncológico e até para homens. A fisioterapeuta faz fotos de antes e depois do procedimento para comprovar os resultados.



O tempo do procedimento varia de 1h a 1h30 dependendo da necessidade da paciente. O procedimento pode ser potencializado se associado a outras tecnologias como criolipólise, rádio freqüência e ultrassom de alta potência. “A gente só termina quando vê que o liquido foi deslocado, que drenou a região. A gente consegue perceber isso através da técnica”, afirma a fisioterapeuta.



A profissional alerta que drenagem não dói e que caso a paciente faça o procedimento e saia do local com o corpo dolorido de alguma forma, é porque o procedimento foi feito de maneira incorreta. “A drenagem linfática não dói, não é para doer. O que é vendido por aí é massagem modeladora, onde a paciente sai achando que a massagem foi ótima porque ela saiu e ficou toda dolorida, mas na verdade se doeu foi porque ela (profissional) te machucou. Se ela te machucou vai gerar um processo inflamatório e esse processo inflamatório incha então ela não fez nada além de te inchar e te deixar roxa”, alerta.



Mariana Jacarandá

Mariana é goiana e veio para Cuiabá aos dois meses de idade. Formou-se em fisioterapia pela Universidade de Cuiabá (Unic), fez pós-graduação em terapia manual,  usa técnicas LTF (Liberação Tecidual Funcional) habilitada no método Joana Medrado e especializada em drenagem pós-operatória e também em fibrose. Atuante na profissão há 15 anos, Mariana buscou o curso da Joana Medrado para oferecer para as clientes um método eficiente que demonstrasse o resultado na hora. “Não gosto dessas técnicas e procedimentos que a pessoa faz e o resultado só aparece com o tempo, porque parece que não foi feito nada”, afirma.
 
Joana Medrado

Mineira, natural de Belo Horizonte, formada em Fisioterapia pela Uni-BH em 2006, pós-graduada em geriatria e gerontologia, Joana Medrado é uma das mais respeitadas profissionais da Drenagem Linfática Manual no Brasil. Com 13 anos de profissão e largas experiências com a drenagem, Joana chegou a atender 14 horas por dia durante 3 anos, com 44 clientes fixos mensais, até sentir a necessidade de compartilhar seus conhecimentos em forma de cursos.

​Com bases científicas e respeitando toda a anatomia do corpo humano, ela desenvolveu manobras específicas da drenagem e associou aos princípios de Vodder, até que em julho de 2017, em Belo Horizonte, foi ministrado o primeiro curso do método de drenagem que levaria o seu nome, Método Joana Medrado.


 
Mariana atende na clinica Luvittê, na Rua Castelo Branco, 689, Bairro Quilombo. Para agendar um horário basta ligar para o telefone: (65) 2127-9799 ou através do Instagram. Mariana atende tanto na clínica quanto a domicilio e as sessões são vendidas individualmente e através de pacotes com desconto. 
 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet