Olhar Conceito

Sábado, 22 de janeiro de 2022

Notícias | Arquitetura, décor e design

arquitetura sustentável

Primeira floresta vertical da Ásia terá 3 mil plantas e capacidade de gerar 60 Kg de oxigênio por dia

Foto: Reprodução

Primeira floresta vertical da Ásia terá 3 mil plantas e capacidade de gerar 60 Kg de oxigênio por dia
Se não há espaço nas cidades para que as florestas se expandam na horizontal – se os prédios tomaram conta de todo local que deveria ser verde, vegetação, árvore, planta – então que cresçam para cima, e que os prédios sirvam de chão para que essas florestas possam “subir”. Esse é um dos principais trabalhos do arquiteto italiano Stefano Boeri: espalhar florestas verticais pelo mundo.

Em 2018, Boeri irá levantar duas torres verdes em Nanjing, na China – país que especialmente precisa do verde para combater os altíssimos índices de poluição. As Nanjing Towers produziram 60kg de oxigênio diariamente do alto dos seus 200m e 100m respectivamente, cobertos mais de mil árvores e 2.500 plantas de 23 espécies locais diferentes.

Um projeto da mesma natureza já está sendo realizado também para a cidade de Lausanne, na Suíça, e em Milão, na Itália, duas florestas verticais já foram construídas, a Bosco Verticale.

As torres na Ásia terão ainda escritórios, museus, escolas de arquitetura sustentável, boates e até um enorme hotel. Em ambas as torres, varandas garantirão ao visitante vistas espetaculares das cidades. O mais importante, no entanto, é a regeneração da biodiversidade local, e a manutenção e retomada do verde nas cidades e em nossas vidas – pouco importa se na horizontal ou na vertical.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet