Olhar Conceito

Notícias / Comportamento

Família Coutinho comemora cem anos de sua matriarca em grande festa e presta homenagens

Da Redação - Isabela Mercuri

12 Jan 2019 - 17:20

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Família Coutinho comemora cem anos de sua matriarca em grande festa e presta homenagens
Hermínia Infantino Coutinho, mais conhecida como dona Zilza, completou cem anos de idade na última sexta-feira (11). Mãe de dez filhos, avó de 22 netos e bisavó de 36 bisnetos, ela é um exemplo para toda a família. Tanto que, neste sábado (12), todos que puderam se reuniram em uma chácara para comemorar esta conquista.

Leia também:
Matriarca da família Coutinho torna-se centenária e recebe homenagens de familiares e do prefeito

Ziadir Coutinho, o oitavo filho, é médico e mora no Rio de Janeiro, mas veio de lá somente para comemorar a vida da mãe. “Ela é uma cuiabana maravilhosa. Fina, educada. Conseguiu criar dez filhos com muita força, e colocou todos em um bom caminho. Ela foi uma mãe eximia, muito singular, cheia de muito carinho, e também de muita firmeza”, afirmou.

Segundo Ziadir, apesar de viver longe fisicamente, sua relação com a família sempre foi muito próxima. “Para mim era um longe e perto, porque mesmo morando fora, eu falava com ela semanalmente, e nós somos irmãos muito unidos, nos falamos cotidianamente e nos falamos com muito carinho, com muita solidariedade, com muita força”.



Para a neta mais velha, Carmen Lúcia Coutinho, a avó pode ser resumida nas palavras generosidade, carinho e inteligência. “A mulher mais sábia que passou pela minha vida, e olha que eu sou inteligente”.

Zied Coutinho, cantor e o 7º filho de Zilza, é também quem mora mais perto dela, ao lado. Atualmente, ele é o mais velho dos homens, já que três dos dez irmãos já faleceram, mas afirma que a casa continua sempre cheia. “Todos os outros dão aquele apoio, [os que] estão de longe, de fora... mas 24 horas por dia a mamãe é apoiada, amada, por filho, por neto, por bisneto. Em casa é o maior movimento que existe, acho que no mundo, é nessa casa nossa. Graças a Deus. Mamãe é uma pessoa que toda vida agregou, só agregou”.

O juiz eleitoral Jackson Coutinho, neto de dona Zilza, afirma ser um misto de sentimentos ver a avó comemorar cem anos. “Eu só tenho boas lembranças da minha vó. Eu nunca vi a minha avó tratar com diferença A ou B. Onde ela passou, ela deixou seu rastro de carinho, atenção, e sempre com uma palavra caridosa, carinhosa, pra poder apaziguar os corações dos netos, naquela época da fase de descoberta da adolescência. Mas minha avó pra mim é um exemplo de mulher, de vida, ela é uma mulher religiosa, e a gente fica com o coração até aflito quando a pessoa completa cem anos. a gente fica alegre e fica triste ao mesmo tempo”.

Zildinete Coutinho, filha de Zilza, lembrou da força da mãe, que há alguns dias sofreu um AVC e chegou a ficar internada. “Ela é muito forte, é uma mulher guerreira, criou dez filhos em lugares onde não tinha muito conforto... em Poxoréu, Dom Aquino, mas ela sempre foi uma pessoa forte, firme na fé, alimentava muito bem, nunca perdeu noite, alimentou os dez filhos com leite materno, com carinho e com amor”, afirma.

Segundo a filha, a mãe sempre foi exemplo de humildade. “É nossa mãe ternura, nossa mãe exemplo, nossa mãe amor. Ela viveu esses cem anos porque é uma pessoa comedida, uma pessoa amada, a qualidade primordial que sustentou a vida de mamãe foi a humildade. Ela é uma pessoa que sempre foi humilde, em toda a vida dela ela nos educou com humildade, com muito carinho, e principalmente com a educação cristã. Nós tínhamos liberdade de culto, apesar de ela ser presbiteriana, nós fomos educadas na escola das freiras salesianas. E a ela hoje o nosso carinho, as nossas orações”.

Talita Infantino, única irmã de viva de Zilza, está com 93 anos, e comemora a amizade e o amor das duas. “Somos só nós duas que existimos das irmãs ainda. Desejo tudo que é bom pra ela, saúde, paz, amor, alegria no coração dela, que se eu for primeiro eu vou sentir saudades dela, e deixo meus sentimentos, minha força, minha coragem de viver. E se ela for primeiro que eu, eu vou desejar as boas idas para ela, que Jesus receba ela de braços abertos, porque ela foi uma boa mãe, um bom exemplo, mulher sincera, mãe de família sincera e responsável”, finaliza.

Zilza e a irmã, Talita (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)



6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Marco Domingues
    23 Jan 2019 às 20:32

    Parabéns à vóvó Zilza... uma pessoa q nos ensina, inspira, e sobretudo, fortalece toda a familia... digna de todas as homenagens

  • claudio
    13 Jan 2019 às 19:56

    E o kiko?

  • paulo roberto
    12 Jan 2019 às 20:42

    Que linda família, saúde e longa vida a D. Zilza!!

  • Alice Seito
    12 Jan 2019 às 20:33

    Parabéns vovó Zilza! Que Deus lhe dê saúde e, a companhia , e o carinho de sua família!

  • Evaldo Duarte de Barros Sobrinho
    12 Jan 2019 às 18:39

    Parabéns à toda familia Coutinho, especialmente à Sra. Zilza.

  • Matheus Coutinho
    12 Jan 2019 às 18:19

    Nossa, que bom.

Redes Sociais

Sitevip Internet